Jornalismo

Justiça anula julgamento de advogado acusado de encomendar triplo homicídio em São Gonçalo

Novo júri ainda não tem data para acontecer. Estilista Beto Neves cobra justiça

Por Isaac Santos

(Foto: Reprodução)

Um ano após a Justiça absolver Michel Salim, acusado de ser o mandante do triplo homicídio que vitimou familiares do estilista Beto Neves, em São Gonçalo, na Região  Metropolitana do Estado, o Ministério Publico do Rio recorreu e pediu um novo julgamento do caso, só que o pedido foi cancelado pela Justiça e ainda não há uma nova data prevista. O crime aconteceu no dia 27 de agosto de 2013.

Salim ficou preso por seis anos e acabou sendo solto no ano passado. Os assassinos executaram Linete Loback Neves, de 69 anos, ex sogra do advogado, a sobrinha Manuella Neves, de 22 anos e o namorado dela, Rafany Pinheiro, de 23 anos . Michel Salim foi casado por sete anos com Rosilene Neves, que não estava em casa no dia do crime.

O casal estava separado há cinco anos. Michel não aceitava o processo de separação e as mortes teriam sido cometidas como forma de punir a ex-mulher. Os atiradores identificados como Michel, Romero Gil da Rocha, e Pablo Jorge Medeiros receberam 100 mil reais para cometer o crime.

Comentários

AO VIVO
OUÇA AO VIVO
VOLTAR AO SITE
18 de Janeiro de 2021 - 96.5 FM
OUÇA AQUI
Show do Clóvis Monteiro
« Programa Anterior
10:00 - Programa Isabele Benito
11:00 - Programa Francisco Barbosa
12:00 - Patrulha da Cidade
14:00 - Show do Pedro Augusto
15:30 - Show do Heleno Rotay
17:00 - Show do Apolinho
19:00 - Radar Tupi
20:00 - Programa Cristiano Santos
21:00 - Tupi na Rede
22:00 - Giro Esportivo
13:00 - Cidinha Livre
Próximo Programa »
  • Transmissão em Vídeo
Acompanhe também »