Jornalismo

Justiça determina desocupação de prédio na Zona Sul do Rio e famílias voltam às ruas

Nesta quinta-feira (15), mais de 11 famílias foram obrigadas a deixar prédio no bairro do Catete

Por Redação Tupi

 

(Repórter Marcelo Silva)

As mais de 11 famílias que foram forçadas a deixar um imóvel no bairro do Catete, na Zona Sul do Rio passaram a ocupar as ruas do Centro da Capital Fluminense.

Na manhã desta quinta-feira (15), as pessoas que viviam no prédio de três andares, na Travessa Carlos de Sá, precisaram deixar o local por causa de uma decisão da Justiça.

João Oliveira, representante dos sem-teto relatou a equipe de reportagem da Super Rádio Tupi, que a ocupação estava garantida por uma lei aprovada pela ALERJ.

A norma aprovada pela casa legislativa no dia 07 de abril de 2020, prevê a suspensão de ações de despejo e reintegração de posse enquanto durar a pandemia do novo coronavírus.

Com base nessa lei os sem-teto entraram com um recurso junto a Defensoria Pública do Estado, na tentativa de evitar a desocupação. No entanto, a Justiça determinou a retomada do imóvel.

Segundo as lideranças do movimento, algumas famílias estavam fugindo das áreas de conflito entre traficantes e milicianos, em diferentes pontos do Rio.

Moradores da Rua Travessa de Sá afirmaram que as pessoas que ocupavam o prédio de três andares não causavam transtornos, ou qualquer problema na região.

A ação foi acompanhada por militares do Batalhão de Botafogo, mas não houve qualquer registro de conflito durante a saída dos sem-teto, que aconteceu pacificamente.

Comentários
enquete

Os quatro maiores clubes do Rio se sairão melhor na segunda rodada do carioca?

Carregando ... Carregando ...

AO VIVO
OUÇA AO VIVO
VOLTAR AO SITE
05 de Março de 2021 - 96.5 FM
OUÇA AQUI
Programa Cristiano Santos
« Programa Anterior
21:00 - Tupi na Rede
22:00 - Giro Esportivo
Próximo Programa »
  • Transmissão em Vídeo
Acompanhe também »