Capital Fluminense

Ministério Público identifica criminoso que matou policial durante operação no Jacarezinho

Informação foi confirmada pela promotoria do MP

Por Marcelo Silva

O Ministério Público do Estado identificou o criminoso que atirou e matou o agente da Polícia Civil, André Frias durante a operação na favela do Jacarezinho, em maio deste ano. A informação foi divulgada durante uma entrevista coletiva sobre o caso realizada no MP a respeito das mortes na ação.

André Frias foi um dos agentes da Polícia Civil que participaram da operação no Jacarezinho no dia 6 de maio deste ano. Além do policial, a ação deixou outros 27 mortos, que a polícia afirmou serem todos criminosos. O policial que tinha 48 anos, foi atingido na cabeça por um disparo de fuzil enquanto retirava barricadas colocadas por traficantes de drogas para dificultar a entrada da polícia na favela.

Na época, a Delegacia de Homicídios da Capital, responsável pela investigação, informou que o tiro que matou André Frias partiu do alto de um terraço, atrás de um muro de concreto com furos de onde os bandidos atiravam. Casado desde 2018 com uma policial civil, o agente tinha um enteado de 10 anos. Há três anos, a mãe do policial sofreu um acidente vascular cerebral (AVC) e era ele quem a sustentava.



recomendadas
Comentários

AO VIVO
OUÇA AO VIVO
VOLTAR AO SITE
28 de Novembro de 2021 - 96.5 FM
OUÇA AQUI
Show do Heleno Rotay
« Programa Anterior
15:00 - Super Futebol Tupi
22:00 - Giro Esportivo
12:00 - Bola em Jogo
20:00 - Conexão Tupi
Próximo Programa »
  • Transmissão em Vídeo
Acompanhe também »