Rio

Notícias falsas sobre urnas eletrônicas são as mais compartilhadas nas redes sociais

O estudo é parte de uma pesquisa da Fundação Getúlio Vargas em parceria com o TSE

Por Marcelo Silva

(Reprodução)
(Foto: José Cruz/Agência Brasil)

As notícias falsas sobre as urnas eletrônicas são as mais compartilhadas nas redes sociais. É o que mostra uma pesquisa elaborada pela Fundação Getúlio Vargas que foi encomendada pelo Tribunal Superior Eleitoral.

Segundo o TSE, essa prática tenta levantar suspeitas sobre a integridade do sistema eleitoral brasileiro.

O estudo batizado de “Desinformação On-line e Eleições no Brasil”, analisou mais de 3 mil conteúdos compartilhados nas redes sociais entre 2014 e 2020.

De acordo com a pesquisa, em quase sete anos de análise foram contabilizadas 337.204 publicações questionando as eleições brasileiras gerando pouco mais de 16 milhões de interações virtuais.

O levantamento mostrou que o assunto mais abordado nessas notícias falsas é o funcionamento e o questionamento sobre possíveis fraudes nas urnas eletrônicas.

Com os resultados do estudo, o Tribunal Superior Eleitoral afirmou que busca fortalecer o programa de enfrentamento à desinformação com mais dados para toda sociedade construir ações de maneira mais transparente e ágil.

Comentários
recomendadas

AO VIVO
OUÇA AO VIVO
VOLTAR AO SITE
30 de Novembro de 2020 - 96.5 FM
OUÇA AQUI
Programa Francisco Barbosa
« Programa Anterior
12:00 - Patrulha da Cidade
14:00 - Show do Pedro Augusto
15:30 - Show do Heleno Rotay
17:00 - Show do Apolinho
19:00 - Radar Tupi
20:00 - Programa Cristiano Santos
21:00 - Tupi na Rede
22:00 - Giro Esportivo
13:00 - Cidinha Livre
Próximo Programa »
  • Transmissão em Vídeo
Acompanhe também »