Meio ambiente

Óleo volta a poluir praias de Alagoas e Pernambuco

Técnicos do Ibama estiveram nos locais atingidos

Por Agência Brasil

(Divulgação: Agência Brasil)

Fragmentos de óleo de origem desconhecida voltaram a atingir praias de ao menos dois estados do Nordeste brasileiro nos últimos dias. Autoridades públicas acreditam que a substância é parte das milhares de toneladas de material poluente encontradas na costa nordestina e em parte do litoral do Espírito Santo e do Rio de Janeiro, em 2019.

Nesta segunda-feira, a Secretaria de Meio Ambiente e Sustentabilidade de Pernambuco (Semas-PE) confirmou o ressurgimento de vestígios de petróleo em três praias de duas cidades do litoral sul pernambucano: Cupe (em Porto de Galinhas) e Muro Alto, em Ipojuca (Pernambuco); e Tamandaré, no município de mesmo nome.

Servidores da secretaria, da Agência Estadual de Meio Ambiente, do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais (Ibama), da Capitania dos Portos e das prefeituras estiveram nos locais atingidos.

Embora amostras do óleo recolhidas nas praias ainda estejam sendo analisadas, parte do grupo acredita que o material é semelhante ao encontrado no ano passado. Para os técnicos da secretaria estadual, a substância estava em repouso no fundo do oceano e se soltou devido à ação das correntes marítimas combinadas a fatores meteorológicos.

Segundo o secretário estadual de Meio Ambiente e Sustentabilidade, José Bertotti, apesar de menos frequentemente, fragmentos de óleo continuam chegando às praias em virtude de mudanças de marés. O material poluente começou a ser recolhido ontem mesmo e será posteriormente enviado a aterros industriais licenciados para fazer o descarte adequado.

Comentários
recomendadas

AO VIVO
OUÇA AO VIVO
VOLTAR AO SITE
02 de Dezembro de 2020 - 96.5 FM
OUÇA AQUI
Giro Esportivo
« Programa Anterior
Nenhum programa encontrado
Próximo Programa »
  • Transmissão em Vídeo
Acompanhe também »