Patrulhando a Cidade

Polícia Civil indicia duas enfermeiras pela morte de criança na Região Metropolitana

Queimaduras durante o banho atingiram 38% do corpo da menina que estava internada no Getulinho, em Niterói

Por Redação Tupi

paciente em leito
(Reprodução)

A Polícia Civil indiciou duas enfermeiras pela morte da menina Juliana Anastácio, de apenas 6 meses. A criança morreu, no dia 20 de Agosto do ano passado, após ser queimada em um banho de 50°C no Hospital Getúlio Vargas Filho, o Getulinho, em Niterói. A bebê havia sido internada na unidade de saúde com pneumonia, decorrente de uma meningite que causou microcefalia, por isso Juliana ficava com freqüência no hospital.

As queimaduras durante o banho atingiram 38% do corpo da criança, incluindo as pernas, virilha, genitália, nádegas e parte da barriga da criança. Oito dias depois, o estado de saúde de Juliana se agravou. Ela chegou a ser submetida à hemodiálise, mas teve falência múltipla dos órgãos. De acordo com o MP, as duas enfermeiras irão responder por homicídio culposo, quando não há intenção de matar.

Os médicos falaram para a mãe da menina que ela tinha se queimado durante o banho. Exames realizados, na época, pelo Instituto de Criminalística Carlos Éboli apontaram que as queimaduras no corpo da bebê eram decorrentes de um banho acima da temperatura.

 

 

 

 

 



recomendadas
Comentários

AO VIVO
OUÇA AO VIVO
VOLTAR AO SITE
07 de Dezembro de 2021 - 96.5 FM
OUÇA AQUI
Show do Antônio Carlos
« Programa Anterior
08:00 - Show do Clóvis Monteiro
10:00 - Programa Isabele Benito
11:00 - Programa Francisco Barbosa
12:00 - Patrulha da Cidade
15:00 - Show do Heleno Rotay
17:00 - Show do Apolinho
19:00 - Radar Tupi
20:00 - Programa Cristiano Santos
21:00 - Tupi na Rede
22:00 - Giro Esportivo
13:00 - Cidinha Livre
Próximo Programa »
  • Transmissão em Vídeo
Acompanhe também »