Rio

Prefeitura entra na justiça para Lamsa ressarcir os usuários da Linha Amarela

Na ação, a Procuradoria Geral do Município pede que o pedágio seja fixado em R$ 2,10.

Por Redação Tupi

(Reprodução)

A Prefeitura do Rio entrou nesta terça-feira, 19, com uma ação civil pública para que a concessionária Lamsa ressarça os usuários da Linha Amarela por cobrança de tarifa de pedágio excessiva. A ação pede também que a concessionária libere as cancelas sempre que as filas na praça do pedágio tenham mais de cem metros de extensão.

Hoje, os motoristas pagam R$ 15,00 (ida e volta) para utilizar a via. Na ação, a Procuradoria Geral do Município pede que o pedágio seja fixado em R$ 2,10. Caso não seja, a PGM solicita à Justiça que a Lamsa seja obrigada a depositar em juízo a diferença entre a tarifa praticada e a estabelecida nas auditorias feitas pelo município, como forma de possibilitar a restituição dos valores cobrados a mais.

De acordo com a Prefeitura, as Associações de consumidores, moradores, motoristas, transportadoras e outras que se considerem lesadas pelos atos praticados pela concessionária ao longo dos anos podem aderir à ação civil pública. Para isso, os interessados devem apresentar petição à Justiça solicitando adesão à ação.

recomendadas
Comentários

AO VIVO
OUÇA AO VIVO
VOLTAR AO SITE
14 de Dezembro de 2019 - 96.5 FM
OUÇA AQUI
Show da Galera
« Programa Anterior
17:00 - Super Futebol Tupi
21:00 - Show de Bola
Próximo Programa »
  • Transmissão em Vídeo
Acompanhe também »