Sentinelas da Tupi

Promotora de eventos revela que dono de empresa a chamou de ‘macaca’ em um áudio do Whatsapp

Danila Bernardo disse que o áudio foi encaminhado por engano, mas que conseguiu baixar o conteúdo antes que o empresário apagasse

Por Redação Tupi

Foto: Divulgação

A promotora de eventos, Danila Bernardo, acusou de racismo um dono de uma agência de eventos. De acordo com a mulher, de 31 anos, o empresário enviou um áudio no WhatsApp usando os termos “macaca” e “puta” para se referir a ela, após um pedido de comprovante de pagamento. A informação foi divulgada pelo G1.

“Aquela puta daquela Mila… Mila não, Danila. Vai tomar no cu, viu? Não dá para ser racista não, mas tem hora que tem que chamar de macaca mesmo. Mina chata do caralho. Tô no maior veneno com essa puta dessa macaca do caralho. Agora veio com papo de ‘você precisa somar para saber quanto me pagou’. Eu falei ‘ô querida, você pega todos os comprovantes de depósito que eu fiz para você e soma porque eu não consigo fazer isso agora”, diz o áudio.

Danila disse que o áudio foi encaminhado por engano, mas que conseguiu baixar o conteúdo antes que o empresário apagasse. A promotora trabalha com eventos há 9 anos.

O caso foi registrado na última terça-feira na Delegacia de Crimes Raciais e Delitos de Intolerância (Decradi) como injúria racial.

Comentários
recomendadas

AO VIVO
OUÇA AO VIVO
VOLTAR AO SITE
22 de Fevereiro de 2020 - 96.5 FM
OUÇA AQUI
Show da Galera
« Programa Anterior
17:00 - Super Futebol Tupi
21:00 - Show de Bola
Próximo Programa »
  • Transmissão em Vídeo
Acompanhe também »