Conecte-se conosco

Educação

Saiba como montar um cronograma de estudo para os vestibulares de 2022

Professora ensina a como se preparar para as provas

Publicado

em

alunos
(Foto: Divulgação)
alunos

Saiba como montar um cronograma de estudo para os vestibulares de 2022 (Foto: Divulgação)

O ano novo já começou e, agora, é hora de colocar os planos em ação para alcançar as metas em 2022. Para muitos, a aprovação no vestibular é o grande sonho dos próximos meses. Mesmo após a realização do Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM), em novembro de 2021, há ainda muitas provas pela frente, como a da Universidade Estadual do Rio de Janeiro (UERJ), que está com inscrições abertas e terá seus exames aplicados no dia 20 de março.

Em meio às férias e aos recessos desse início de ano, incluindo o Carnaval, os estudantes precisam driblar esses eventos e manter a concentração. Quem dá a dica é a professora de Língua Portuguesa, Elaine Antunes. “O início dos estudos deve ocorrer o quanto antes para que não se acumulem listas, redações a serem feitas e leituras, por exemplo. Claro que se deve deixar um momento para o lazer, mas sem se descuidar do objetivo a ser alcançado, a aprovação no vestibular”, diz Elaine Antunes.

Elaine Antunes

Elaine Antunes, professora de lingua portuguesa (Foto: Divulgação)

Pensando no caminho daqueles que sonham com a aprovação no vestibular deste ano, a especialista preparou algumas dicas para montar um cronograma de estudo eficaz em 2022.

Confira:

1) Lista, prática e lazer

“O ideal é que o estudante consiga conciliar as disciplinas a serem estudadas com as listas de exercícios, a prática da produção textual, leitura sobre atualidades, intervalos para lanche, refeição, atividade física e descanso. Parece impossível, mas nada como organização com cronograma e orientação de profissionais, que é o que fazemos”, diz a professora de Língua Portuguesa.

 

2) Planejamento nos estudos

“O estudo nunca deve ser deixado para em cima da hora, faltando um semestre para as provas. Isso só gera mais insegurança, porque é nesse momento no qual o estudante constata que não dará conta de todo o conteúdo programático previsto no edital. Procrastinação é uma armadilha que conduz a uma frustração, ao estresse”, explica Elaine Antunes.

 

3) Sem atalhos

É muito comum estudantes buscarem perfis e canais que prometem truques, macetes para redação e questões de outras disciplinas. Segundo a professora, essa “facilidade” tem um custo para o estudante: a não aprovação.

“Isso é um risco, pois a prova avalia a capacidade de raciocínio dos candidatos. Além disso, não se deve esquecer que a vida acadêmica exige produção textual o tempo todo e os truques não surtem efeito”, explica educadora.

 

4) Deixe para estudar as atualizações com o edital em mãos

Geralmente as mudanças nos vestibulares são anunciadas antes do fim do ano ou no ano das avaliações, mas com antecedência. Desta forma, o ideal é estudar a disciplina prevista e deixar as atualizações para quando o edital sair. “O que nos resta é esperar os editais para termos segurança sobre as regras das provas”, indica a professora.

 

5) O Enem está logo ali!

Engana-se quem pensa que o Enem é um exame de fim de ano. Quem se prepara este ano, para o vestibular de 2023, deve manter a concentração e os estudos em dia.

“O estudante precisa entender que passar no Enem é resultado de um processo que se estende ao longo do ano ou até bem antes. Sendo assim, escolher um curso que dê a devida atenção e possua qualidade ajuda bastante nesse processo. Além disso, criar um cronograma com horários de descanso, lazer e atividade física faz diminuir o nível de estresse com o aproximar da data das provas. Quando não há planejamento e tudo se acumula às portas da prova, o nível de estresse aumenta e coloca o desempenho a perder”, conclui Elaine Antunes.

Continue lendo
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.