Conecte-se conosco

Coronavírus

Saúde do RJ suspende visitas a pacientes internados para conter nova onda de Covid-19

Medida não se aplica a acompanhantes de crianças, idosos e deficientes físicos que continuam liberados à visitação

Publicado

em

Hospital Alberto Torres, em São Gonçalo
Hospital Alberto Torres, em São Gonçalo (Foto: Reprodução)
Hospital Alberto Torres, em São Gonçalo

Hospital Alberto Torres, em São Gonçalo (Foto: Reprodução)

A Secretaria de Estado de Saúde (SES) do Rio decidiu suspender temporariamente as visitas aos pacientes internados nas unidades de saúde da rede estadual, em função do aumento de casos de Covid-19 no estado e ao elevado poder de transmissão da variante Ômicron. A nova determinação já foi informada aos acompanhantes.

A medida não afeta o direito a acompanhantes protegidos por lei. Ou seja, continua permitida a presença de acompanhantes de crianças, idosos, deficientes físicos e pacientes com transtornos mentais internados nas unidades. Todo acompanhante deve assinar uma declaração de que não apresente sintomas da doença antes de entrar nas alas de internação.

Por meio de nota, a SES destacou que, em casos excepcionais, pode ser autorizada a visita duas vezes por semana, como de pacientes com incapacidade psicológica, motora, intelectual ou em casos de extrema gravidade.

Diante da necessidade de suspender as visitas presenciais, a SES determinou ainda que as unidades de saúde deverão garantir ao paciente internado que não tiver acompanhante a realização de visita virtual com familiar, pelo menos duas vezes por semana.

Rede Municipal

A Secretaria Municipal de Saúde informou que também decidiu suspender as visitas aos pacientes internados na rede municipal por 15 dias.

 

 

 

Continue lendo
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.