Brasil

Sem reforma, gasto previdenciário aumentará mais de R$ 50 bilhões por ano

Com isso, os serviços públicos podem ser afetados

Foto: Reprodução

O  projeto da Lei de Diretrizes Orçamentárias de 2020, encaminhado ao Congresso Nacional na semana passada, prevê que, sem a reforma da Previdência, vai haver um aumento anual acima de R$ 50 bilhões, a partir do ano que vem, das despesas previdenciárias com servidores públicos, fora o militares, e trabalhadores do setor privado.

As despesas, as maiores do orçamento, são obrigatórias e, considerando as limitações do teto de gastos públicos, vão pressionar para baixo nos próximos anos os gastos classificados como “discricionários”, ou seja, aqueles que o governo tem liberdade para manejar.

Com isso, os serviços públicos podem ser afetados. Para tentar resolver este problema, a equipe econômica do governo Jair Bolsonaro propõe, principalmente, a reforma da Previdência. Já oposição, admite que o atual sistema previdenciário precisa de atualizações, mas defende outras medidas.

recomendadas

AO VIVO
OUÇA AO VIVO
VOLTAR AO SITE
27 de Outubro de 2020 - 96.5 FM
OUÇA AQUI
Tupi na Rede
« Programa Anterior
22:00 - Giro Esportivo
Próximo Programa »
  • Transmissão em Vídeo
Acompanhe também »