Conecte-se conosco

Capital Fluminense

[VÍDEO] Pai de militar envolvido em morte de policial civil aparece recolhendo cápsulas

Lourival Ferreira é pai do sargento Bruno Santos que atirou contra papiloscopista

Publicado

em

Pai do sargento da Marinha Bruno Santos, Lourival Ferreira de Lima aparece recolhendo cápsulas

Pai do sargento da Marinha Bruno Santos, Lourival Ferreira de Lima, aparece recolhendo cápsulas – Foto: Reprodução

O pai do sargento da Marinha Bruno Santos, Lourival Ferreira de Lima aparece em imagens de uma câmera de segurança na Praça da Bandeira, na Zona Norte do Rio, recolhendo cápsulas do chão após o filho atirar contra o policial civil Renato Couto. O crime aconteceu na última sexta-feira (13).

No vídeo, Lourival se agacha e pega as capsulas no chão por volta das 14h30. A região estava movimentada no momento dos disparos. Após ser preso, no quartel da Marinha, Bruno Santos confessou o crime. Ele e outros dois militares colocaram Renato Couto em uma van oficial e jogaram o policial, ainda com vida, no Rio Guandu, no município de Japeri, na Baixada Fluminense.

O enterro do agente aconteceu, nesta terça-feira (17), no Cemitério Jardim da Saudade, em Sulacap, na Zona Oeste. Familiares e amigos do policial lamentaram a morte abrupta.

“Eles não estavam pegando um bandido, mas sim um homem honesto, trabalhador, pai de família, que tinha uma família que vai amar ele pra sempre. Eu vou guardar uma imagem de domingo que ele foi me parabenizar pelo Dias das Mães, eu só tenho boas lembranças dele. Ele era um homem bom. Queremos Justiça”, disse a irmã Débora Couto.

Renato Couto, que estava na Polícia Civil desde 2018, era o responsável por realizar as perícias no locais de crime. Ele deixa esposa e duas filhas: uma de 4 e outra de 8 anos.

Confira o vídeo abaixo:

Continue lendo
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.