Jornalismo

Viúva afirma que militares “ficaram de deboche”, após fuzilarem carro em Guadalupe

Luciana Nogueira falou a imprensa após reconhecer o corpo do marido no Instituto Médico Legal

(Foto: Reprodução/Facebook)

Luciana Nogueira, viúva do músico Evaldo dos Santos Rosa, foi até o Instituto Médico Legal nesta segunda-feira, reconhecer o corpo do marido. Ela também estava no carro que foi fuzilado com mais de 80 tiros, por militares, em Guadalupe, no último domingo.

Visivelmente abalada, ela conversou com a imprensa presente no local, sobre o ocorrido: “O meu filho estava no carro e viu tudo. Ele quer a foto do pai. Eu falei que o pai está no hospital. Por que o quartel fez isso? Os vizinhos começaram a socorrer, mas eles continuaram atirando. E falei: ‘moço, socorre o meu esposo’ eles não fizeram nada e ficaram de deboche”.

A família, na hora da ação, estava indo para um chá de bebê. E Luciana contou que eles tinham optado por passar naquele caminho, próximo ao quartel, justamente por segurança: “Eu falei: ali é calmo, ali é nossa área. E eu vi o quartel. Tava protegida, da mesma forma que, quando eu vejo um policial, eu me sinto protegida”.

E ela ainda completou o raciocínio falando sobre a sua perda: “Eu perdi meu melhor amigo. Eu estava com ele há 27 anos. Adorava música, um homem caseiro, trabalhador. Cuidava de mim como ninguém”.

Ainda nesta segunda-feira, dez dos doze militares envolvidos no caso foram detidos, após prestarem depoimento na Delegacia de Polícia Judiciária Militar.

recomendadas

AO VIVO
OUÇA AO VIVO
VOLTAR AO SITE
30 de Outubro de 2020 - 96.5 FM
OUÇA AQUI
Show do Apolinho
« Programa Anterior
19:00 - Radar Tupi
20:00 - Programa Cristiano Santos
21:00 - Tupi na Rede
22:00 - Giro Esportivo
Próximo Programa »
  • Transmissão em Vídeo
Acompanhe também »