Automobilismo

Imprensa italiana vê “guerra” entre Vettel e Leclerc, na Ferrari

Estratégia de largada em Sochi fez escuderia perder a chance de uma vitória

Por Redação Tupi

Foto: Reprodução

Como acontece de costume, os principais jornais italianos repercutiram bastante mais um revés da Ferrari na Fórmula 1, principalmente após a escuderia ser a mais veloz nos treinamentos e treinos livres. A estratégia da equipe, inclusive, vem sendo bastante questionada e estaria causando, na visão da imprensa italiana, uma “guerra” entre Leclerc e Vettel.

Na largada, por exemplo, Leclerc abriu passagem para Sebastian Vettel para evitar um ataque de Lewis Hamilton, e a recusa do alemão em ceder de volta a liderança, não pegaram nada bem.

Os jornais também lamentaram a quebra do motor de Sebastian Vettel, o que fez a direção de prova colocar a corrida em regime de safety car virtual e permitiu à Mercedes fazer a troca dos pneus médios para os macios no momento certo. Na parte final da prova, Leclerc não conseguiu passar Valtteri Bottas e terminou em terceiro.

Sem conquistar um título de pilotos desde a temporada de 2007 e sem vencer o Mundial de Construtores desde 2008, a Ferrari poderá ver a Mercedes sacramentar o hexacampeonato de equipes já na próxima corrida, no Japão.

A Mercedes tem 162 pontos de vantagem sobre a Ferrari ainda com 220 pontos em jogo nas cinco provas restantes, ou seja, a equipe alemã precisa marcar apenas 58 pontos para ser novamente campeã. Para levar o título em Suzuka, a Mercedes teria de somar 14 pontos a mais do que a Ferrari.

Até hoje o maior jejum de títulos da Ferrari na Fórmula 1 se deu entre 1979, quando Jody Scheckter se sagrou campeão, e 2000, ano em que Michael Schumacher tirou a Ferrari da fila.

Comentários
recomendadas

AO VIVO
OUÇA AO VIVO
VOLTAR AO SITE
11 de Agosto de 2020 - 96.5 FM
OUÇA AQUI
Tupi na Rede
« Programa Anterior
22:00 - Giro Esportivo
Próximo Programa »
  • Transmissão em Vídeo
Acompanhe também »