Automobilismo

Pilotos da McLaren aceitam reduzir salários durante a pandemia do coronavírus

Carlos Sainz Jr. e Lando Norris tomaram a decisão de forma voluntária

Por Bruno Almeida

(Foto: Reprodução/Instagram/McLaren)

Carlos Sainz Jr. e Lando Norris, pilotos titulares da McLaren, aceitaram, de forma voluntária, reduzir os salários durante a crise gerada pela pandemia do coronavírus. A empresa também vai deixar os funcionários de licença e outros integrantes, como o CEO Zak Brown, vão ter os vencimentos alterados, como informou um porta-voz da escuderia ao site “Autosport”.

“O Grupo McLaren está deixando em licença vários funcionários como parte de medidas mais amplas de corte de custos devido ao impacto da pandemia de Covid-19 em seus negócios. Essas medidas estão focadas na proteção de empregos a curto prazo, para garantir que nossos funcionários retornem ao trabalho de tempo integral à medida que a economia se recuperar.”

Vale destacar que ainda não há uma definição do calendário da Fórmula 1, que, neste ano, já sofreu muitos impactos pela crise do coronavírus, com o cancelamento dos GPs de Mônaco e Austrália, além do adiamento das corridas de Barein, Vietnã, China, Holanda, Espanha e Azerbaijão.

Atualmente, as fábricas das escuderias estão fechadas por um período de 21 dias, com o objetivo de conter gastos. Mas, Fred Vasseur, chefe da Alfa Romeo, já revelou que, dependendo da situação da pandemia, o prazo pode ser estendido. O governo britânico permite que empresas deixem seus funcionários em licença pagando 80% dos salários para aquelas vagas num máximo de 2500 libras por mês (cerca de R$ 16,2 mil) se suas posições forem mantidas em aberto posteriormente.

 

Comentários
recomendadas

AO VIVO
OUÇA AO VIVO
VOLTAR AO SITE
15 de Agosto de 2020 - 96.5 FM
OUÇA AQUI
Programa Francisco Barbosa
« Programa Anterior
17:00 - Super Futebol Tupi
12:00 - Patrulha da Cidade
13:00 - Samba Social Clube
15:00 - Show da Galera
21:00 - Show de Bola
12:00 - Patrulha da Cidade
Próximo Programa »
  • Transmissão em Vídeo
Acompanhe também »