Brasil

A pedido da Justiça, advogado condenado por ter matado a esposa é solto

Eduardo de Oliveira Francisco tinha sido condenado em 1ª e 2ª instâncias

Por Redação Tupi

Cibelle de Paula Silveira foi morta com um tiro na cabeça. Foto: Reprodução Facebook

O advogado Eduardo de Oliveira Francisco foi solto, nessa terça-feira, após decisão do Superior Tribunal de Justiça. O homem estava preso desde o início do mês após ser condenado por mandar a matar a mulher, Cibelle de Paula Silveira, e simular um roubo. O crime aconteceu em 2015. O casal morava em Goiás.

Cibelle foi executada com um tiro na cabeça enquanto andava de bicicleta com o marido. A princípio, a investigação tinha o latrocínio (roubo seguido de morte) como principal hipótese. Apesar disso, laudos da perícia mostraram que a ciclista tinha sinais de espancamento. A partir daí, Eduardo passou a ser suspeito do crime.

As investigações prosseguiram e, em dezembro do mesmo ano, o advogado foi condenado a mais de 27 anos de prisão. Eduardo também foi julgado em 2ª instância, e mesmo assim o Tribunal de Justiça manteve a condenação dele, com pena de 25 anos de prisão em regime fechado.

A defesa de Eduardo recorreu ao STJ – Supremo Tribunal de Justiça – e conseguiu a soltura dele. Essa foi a terceira vez que ele foi solto desde a data do crime. De acordo com a defesa de Eduardo, feita pelo também advogado Anderson Van Gualberto de Mendonça, todas as solturas foram executadas pelo STJ.

 

Comentários
enquete

Quem você acha que é o favorito para levar o título da Supercopa do Brasil?

Carregando ... Carregando ...


AO VIVO
OUÇA AO VIVO
VOLTAR AO SITE
11 de Abril de 2021 - 96.5 FM
OUÇA AQUI
Samba Social Clube
« Programa Anterior
15:00 - Super Futebol Tupi
22:00 - Giro Esportivo
12:00 - Bola em Jogo
Próximo Programa »
  • Transmissão em Vídeo
Acompanhe também »