Brasil

Bolsonaro é processado após afirmar que índio ‘está evoluindo’ e tornado-se ‘um ser humano igual a nós’

Articulação dos Povos Indígenas do Brasil acusa presidente de cometer o crime de racismo

Por Redação Tupi

Articulação dos Povos Indígenas do Brasil acusa presidente de cometer o crime de racismo
(Foto: Reprodução)

A Articulação dos Povos Indígenas do Brasil (Apib) irá processar, pelo crime de racismo, o presidente da República, Jair Bolsonaro (Sem Partido). A ação trata-se de uma reação a uma declaração de Bolsonaro de que, cada vez mais, o índio está “evoluindo” e tornando-se um “ser humano igual a nós”.

O anúncio, acerca da decisão de entrar na Justiça, foi feito pela coordenadora executiva da organização indígena Sônia Guajajara, por meio de uma publicação no Twitter, na noite da última quinta-feira. “Nós, povos indígenas originários desta terra, exigimos respeito. Bolsonaro mais uma vez rasga a Constituição ao negar nossa existência enquanto seres humanos. É preciso dar um basta a esse perverso!”, escreveu.

A fala do presidente aconteceu durante transmissão ao vivo, na última quinta-feira, pelas redes sociais. Ao lado do ministro da infraestrutura, Tarcísio Freitas, Bolsonaro afirmou que o governo federal quer integrar os indígenas à sociedade.

“O índio mudou, está evoluindo, cada vez mais o índio é um ser humano igual a nós. Então fazer com que o índio cada vez mais se integre à sociedade e seja realmente dono da sua terra indígena, é isso que nós queremos”, disse o presidente na live. Defensor que as reservas indígenas sejam abertas à agropecuária e à mineração, Bolsonaro também citou o Conselho da Amazônia, criado no início desta semana, que será comandado pelo vice-presidente da República, Hamilton Mourão (PRTB).

Comentários
recomendadas

AO VIVO
OUÇA AO VIVO
VOLTAR AO SITE
30 de Março de 2020 - 96.5 FM
OUÇA AQUI
Giro Esportivo
« Programa Anterior
Nenhum programa encontrado
Próximo Programa »
  • Transmissão em Vídeo
Acompanhe também »
-->