Brasil

Bolsonaro não pretender ampliar auxílio emergencial

De acordo com presidente, serão oferecidas apenas três parcelas do benefício

Por Redação Tupi

Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil

O presidente da República, Jair Bolsonaro, disse, nesta segunda-feira (27), que, não pretende ampliar o pagamento do auxílio emergencial de R$ 600, destinado a trabalhadores informais afetados  pela crise provocada pelo novo coronavírus.

De acordo com Bolsonaro, serão oferecidas apenas três parcelas do benefício e que não está prevista ampliação do auxílio, porque cada parcela totaliza cerca de 30 bilhões de reais ao cofres públicos.

O presidente também destacou que, se o governo tiver recursos, poderá estudar a possibilidade de destinar o auxílio para outras categorias. Na última semana, o Congresso aprovou projeto que estende o auxílio emergencial para outros grupos, como mães adolescentes. O benefício também seria pago em dobro para pais solteiros, mas Bolsonaro pode sancionar o texto integralmente, parcialmente ou vetar.

Comentários
recomendadas

AO VIVO
OUÇA AO VIVO
VOLTAR AO SITE
04 de Junho de 2020 - 96.5 FM
OUÇA AQUI
Giro Esportivo
« Programa Anterior
Nenhum programa encontrado
Próximo Programa »
  • Transmissão em Vídeo
Acompanhe também »