Brasil

Chega à Câmara a PEC paralela da Previdência, que inclui servidores de estados e municípios

O texto adia para 2025 a vigência do cálculo da aposentadoria com base em 100 por cento dos salários de contribuição, regra que provoca redução do valor.

Por Marcos Antonio de Jesus

(Foto: Agência Brasil)

A Proposta de Emenda à Constituição 133/19 que promove uma segunda reforma da Previdência, complementando a promulgada recentemente pelo Congresso Nacional e transformada na Emenda Constitucional 103.

Entre as inovações da nova proposta está a possibilidade de adesão dos estados, Distrito Federal e municípios às mesmas regras de aposentadoria aprovadas para os servidores públicos federais. Mas a nova proposta, criada no Senado, após acordo que envolveu a cúpula da Câmara dos Deputados e o governo Bolsonaro, também altera pontos da reforma recentemente promulgada.

A PEC será encaminhada à Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania, para análise da admissibilidade. A proposta será submetida depois a uma comissão especial, onde precisará ser aprovada por maioria simples, e depois ao Plenário.

O texto adia para 2025 a vigência do cálculo da aposentadoria com base em 100 por cento dos salários de contribuição, regra que provoca redução do valor.

Comentários
recomendadas

AO VIVO
OUÇA AO VIVO
VOLTAR AO SITE
31 de Outubro de 2020 - 96.5 FM
OUÇA AQUI
Nenhuma programação disponível
« Programa Anterior
21:00 - Show de Bola
Próximo Programa »
  • Transmissão em Vídeo
Acompanhe também »