Brasil

Depois de declaração de Bolsonaro, Joaquim Levy pede demissão do BNDES

Presidente do BNDES renunciou o cargo após Bolsonaro dizer que ele estava com a "cabeça a prêmio"

Por Redação Tupi

 

 

Após Jair Bolsonaro afirmar que o presidente do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), Joaquim Levy, está com a “cabeça a prêmio”, ele enviou uma carta de demissão para o ministro da Economia, Paulo Guedes. Neste sábado, ao deixar o Palácio da Alvorada, em Brasília, Bolsonaro disse que se Levi não demitisse o diretor de Mercado Capitais do BNDES, Marcos Pinto, ele seria demitido.

Segundo o ministro da Economia, Paulo Guedes, o presidente Bolsonaro ficou “angustiado” porque Levy optou por “nomes ligados ao PT” para cargos no banco. Marcos Pinto foi chefe de gabinete de Demian Fiocca na presidência do BNDES entre 2006-2007. E também é ex-diretor da Comissão de Valores Mobiliários. Ele também renunciou o cargo.

Comentários
recomendadas

AO VIVO
OUÇA AO VIVO
VOLTAR AO SITE
11 de Agosto de 2020 - 96.5 FM
OUÇA AQUI
Programa Cristiano Santos
« Programa Anterior
21:00 - Tupi na Rede
22:00 - Giro Esportivo
Próximo Programa »
  • Transmissão em Vídeo
Acompanhe também »