Brasil

Duas mil pessoas são obrigadas a sair de casa após tubulação de barreira romper no Ceará

Incidente aconteceu 1 dia depois de abertura de comporta por ministro

Por Redação Tupi

Tubulação da barragem do Jati rompeu na tarde de sexta-feira (21) (Foto: Darlene Barbosa/SVM)

Pelo menos duas mil pessoas foram evacuadas e levadas para abrigos e casas de familiares, na manhã deste sábado (22) após a barreira Jati, no interior do Ceará, romper. Não há registros de feridos.

De acordo com o Ministério do Desenvolvimento Regional, a obra onde ocorreu o vazamento faz parte do Eixo Norte da transposição do Rio São Francisco, que foi inaugurado no dia 26 de junho pelo presidente Jair Bolsonaro. Não há risco de rompimento da barragem. O vazamento aconteceu na sexta-feira (21) e já foi contido, mas, durante a noite e a madrugada, havia dificuldade de avaliação técnica da estrutura pela falta de iluminação.

Ministro do Desenvolvimento Regional, Rogério Marinho, na barragem do Jati, na quinta-feira (20) (Foto: Divulgação/Ministério do Desenvolvimento Regional)

“O que ocorreu é que a tomada d’água apresentou um vazamento, houve um rompimento. Esse jato d’água todinho é devido à pressão. A preocupação é que esse jato está sendo jogado na ombreira da barragem e tem o processo erosivo, [mas] que aparentemente não afeta a barragem”, disse o secretário de Recursos Hídricos do Ceará, Francisco Teixeira.

Ainda segundo a pasta, o ministro Rogério Marinho e o secretário nacional de Proteção e Defesa Civil, coronel Alexandre Lucas, irão ao local, neste sábado, acompanhar a situação na barragem. Além deles, o governador do Ceará, Camilo Santana (PT), também comunicou que vai ao local.

Comentários
recomendadas

AO VIVO
OUÇA AO VIVO
VOLTAR AO SITE
23 de Setembro de 2020 - 96.5 FM
OUÇA AQUI
Radar Tupi
« Programa Anterior
20:00 - Programa Cristiano Santos
21:00 - Tupi na Rede
22:00 - Giro Esportivo
Próximo Programa »
  • Transmissão em Vídeo
Acompanhe também »