Conecte-se conosco

Brasil

Empreender para Superar: Parceria FSC e Sebrae promove capacitação profissional de apenados

Além de certificar e qualificar ainda mais os apenados ao mercado de trabalho, a iniciativa também teve como objetivo estimular o desenvolvimento holístico de cada participante, impulsionando suas habilidades empreendedoras quanto comunicativas e interpessoais

Publicado

em

Empreender para Superar: Parceria FSC e Sebrae promove capacitação profissional de apenados
Empreender para Superar: Parceria FSC e Sebrae promove capacitação profissional de apenados

A Fundação Santa Cabrini em parceria com o Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas do Rio de Janeiro (Sebrae RJ), realizou nesta sexta-feira (10), palestras com encarcerados (grande parte em cumprimento semi aberto), em sua sede, no Largo do Machado, na Zona Sul do Rio, abordando temas como comunicação não-violenta e empreendedorismo.

Além de certificar e qualificar ainda mais os apenados ao mercado de trabalho, a iniciativa também teve como objetivo estimular o desenvolvimento holístico de cada participante, impulsionando suas habilidades empreendedoras quanto comunicativas e interpessoais.

A Lei de Execução Penal garante que compete ao Estado oferecer a assistência necessária ao detento ou egresso, a fim de “prevenir o crime e orientar o retorno à convivência em sociedade”. Nesse sentido, o Presidente da Fundação Santa Cabrini, José de Sousa e Silva, iniciou os eventos explicando aos apenados participantes o papel da FSC: “Não estamos aqui para julgar o passado de ninguém. O Estado do Rio de Janeiro está aqui, através da Fundação Santa Cabrini, para dar todo o suporte necessário para que vocês possam seguir em frente com trabalho, dignidade e qualificação”, salientou.

Em primeiro plano, os ressocializados participaram de uma palestra sobre comunicação não-violenta, apresentada pela psicóloga da Fundação Santa Cabrini, Nathália Oliveira. No tema abordado, “Como evitar conflitos e praticar a empatia nas relações?  Como usar a linguagem, tanto a falada, quanto a corporal, para construir e fortalecer os vínculos no meio profissional e na vida em geral?”. De acordo com a Diretora de Produção e Comercialização da FSC, Cláudia Edna, ter as respostas para essas perguntas é crucial para o desenvolvimento profissional de cada pessoa em cumprimento de pena:

“Buscamos formar profissionais completos, não apenas devidamente qualificados. Para isso, realizamos tanto oficinas e cursos no âmbito da qualificação, como também palestras e ações voltadas para o desenvolvimento psicossocial de cada colaborador . Vale ressaltar que temos uma equipe social multidisciplinar, com psicólogas e assistentes sociais, que oferecem atendimento e acompanhamento gratuito ao público apenado” destacou.

Em seguida, os colaboradores participaram de uma palestra sobre Empreendedorismo, sob o tema de “Empreender para Superar”, ministrada pela palestrante e consultora do Sebrae RJ, Kelly Santoro. “O empreendedorismo traz uma mudança comportamental que só tem a somar com a reintegração social de cada pessoa em cumprimento de pena. Temos a certeza que cada um deles sairá desta palestra não apenas com um certificado, mas com novas habilidades profissionais e perspectivas ampliadas de futuro” concluiu.

Iracema Pereira da Silva, 39 anos, ressocializada e hoje colaboradora da FSC na Imprensa Oficial, agradeceu pela oportunidade de crescente qualificação: “Sou muito grata pela Fundação ter acreditado em mim, ainda em 2016. Foi a única porta de emprego que se abriu e hoje estou realizando um grande sonho. Estou cursando o segundo período da minha graduação em Psicologia”, afirmou.

Iracema Pereira da Silva, 39 anos, ressocializada (Foto: Divulgação)
Continue lendo
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.