Brasil

Entenda como o coronavírus pode afetar a economia e a população

O site Tupi.fm conversou com um especialista em finanças para tirar algumas dúvidas sobre as consequências para o país

Por Monique Guimarães

(Foto: Reprodução)

O Ministério da Saúde atualizou o número de casos confirmados do novo coronavírus (Covid-19) para 200 no país. De acordo com levantamento diário feito pela pasta, 1.917 pessoas em 26 estados e no Distrito Federal são monitoradas por suspeitas de estarem infectadas. A recomendação do governo e do ministério é para que as pessoas evitem sair de casa e que estabelecimentos de comércio e cultura sejam fechados. De acordo com o especialista em finanças e investimento, Ivo Brandão, as consequências das medidas de prevenção ao coronavírus afetam diretamente do crescimento econômico mundial.

“Existe um grande choque de oferta, ou seja, menos produtos e serviços à disposição dos consumidores, porque tem fábricas fechadas na China, funcionando em sistema de rotação de funcionário ou em número menor. Esse choque de oferta pode trazer uma combinação de alta de preço nos produtos e serviços e na queda da produção”, disse o especialista.

Ivo Brandão ainda ressaltou que a taxa de crescimento global vai ser muito menor do que a esperada e o primeiro trimestre vai ter sido praticamente em vão. Segundo o especialista, os mais afetados podem ser a população de renda mais baixa.

“A população mais pobre é afetada pelo nível de atividade menor, ou seja, pode ter consequências nos preços. Em empresas menores podem ocorrer demissões. Já o dólar, que é a moeda do mundo, reserva de valor, sobe de preço e aqui no Brasil os produtos importados podem ter alta, como a farinha de trigo, produtos eletrônicos, alguns insumos que afetam a população, principalmente, os mais pobres”, afirmou ele.

Ivo Brandão salientou que quanto mais as pessoas ficarem em casa, menos as empresas/comércios, como restaurantes e academias, vão conseguir vender seus serviços, ou seja, isso pode ocasionar um aumento da oferta já a procura do consumidor diminui, afetando diretamente o crescimento da economia.

Apesar dos impactos econômicos, o especialista em finanças acalmou a população. “Esses choques na economia são ciclos. A gente não tem um problema estrutural, mas temporário, que é o coronavírus. Então, como aconteceu na China, a incidência de casos vai diminuir e a economia vai retomar o patamar anterior. Ou seja, grandes choques de ativos financeiros, ciclos econômicos existem, mas depois do ajuste vem a retomada, mas não sabemos quão rápido ela será no país”, concluiu Ivo Brandão.

A expectativa é que o ministro da Economia, Paulo Guedes, anuncie algumas medidas que estão em estudo para socorrer setores econômicos e sociais mais atingidos pelo novo coronavírus, nos próximos dias.

Ivo Brandão/Especialista em finanças e investimento

 

 

Comentários
recomendadas

AO VIVO
OUÇA AO VIVO
VOLTAR AO SITE
06 de Abril de 2020 - 96.5 FM
OUÇA AQUI
Programa Francisco Barbosa
« Programa Anterior
12:00 - Patrulha da Cidade
14:00 - Show do Pedro Augusto
15:30 - Show do Heleno Rotay
17:00 - Show do Apolinho
19:00 - Radar Tupi
20:00 - Programa Cristiano Santos
21:00 - Tupi na Rede
22:00 - Giro Esportivo
12:00 - Patrulha da Cidade
13:00 - Cidinha Livre
Próximo Programa »
  • Transmissão em Vídeo
Acompanhe também »