Conecte-se conosco

Brasil

Especialista ensina como proceder em caso de ofensas ou ameaças virtuais

Conhecido como o ‘Xerife das redes sociais’, advogado José Estevam Macedo Lima, representa famosos como Luisa Sonza, Ferrugem, entre outras celebridades nos tribunais

Publicado

em

advogado José Estevam Macedo Lima
Especialista ensina como proceder em caso de ofensas ou ameaças virtuais

Todo mundo está sujeito a ser alvo de xingamentos ou até mesmo ameaças no ambiente virtual, principalmente nas redes sociais. Crimes como ofensas contra a honra, previstos nos artigos 138 (calúnia), 139 (difamação) e 140 (injúria), ou ameaça (artigo 147) não precisam e nem devem ficar impunes. É possivel identificar os autores, mesmo por trás das telas, para que estes sejam legalmente responsabilizados por seus atos.

Conhecido como o ‘Xerife das redes sociais’, o advogado José Estevam Macedo Lima, que representa famosos como Luisa Sonza, Ferrugem, entre outras celebridades nos tribunais, fala um pouco sobre liberdade de expressão e dá dicas de como proceder em casos de ofensas e ameaças online.

“A pessoa que se sente ofendida deve provocar o judiciário tanto na área civil como na área criminal. Na esfera civil, a vítima pode solicitar a retirada dos perfis que lhes ofendem das redes sociais e também que medidas coercitivas sejam tomadas para que a pessoa se abstenha de proferir ofensas. Bem como uma reparação dos danos sofridos. Já na esfera criminal, desde que a conduta tipifique um dos crimes contra honra, o ofendido deve acionar a autoridade policial para que a pessoa responsável seja encontrada pelo perfil e punida pela prática do crime”, explicou Estevam.

O advogado frisou que por mais que a internet nos forneça uma impressão de que nela não haja lei, deve-se ter muito cuidado antes de escrever algo na web descontroladamente. “A falsa impressão de que é possível se esconder em perfis fakes acompanha a progressiva utilização das redes. As autoridades policiais e o Judiciário são ferramentas importantes para esse combate. A liberdade de expressão possui limites e não é um escudo para prática de crimes”, disse.

Continue lendo
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.