Brasil

Estudante de arquitetura é preso suspeito de estuprar e divulgar imagens íntimas

Suspeito colocava os nomes, números de telefone e redes sociais das vítimas em sites pornográficos

Por Redação Tupi

(foto: Polícia Civil/ divulgação)

Um estudante de arquitetura da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), de 30 anos, foi preso suspeito de divulgar conteúdo íntimo de pelo menos quatro mulheres com as quais se relacionou. O homem também é investigado por estupro de vulnerável. De acordo com a polícia, o acusado ainda mantinha um estilo de vida em defesa ao movimento feminista. Apenas as iniciais do nome dele foram divulgadas: D.J.N.M.

O caso mais grave ocorreu com uma jovem em que o suspeito manteve relação sexual enquanto ela estava inconsciente. O suspeito ainda filmou e divulgou o vídeo do estupro na internet. Outras mulheres disseram à polícia que concordaram em serem filmadas, mas com a condição do material ser apagado logo em seguida. Porém, as investigações apontam que o suspeito fingia apagar os arquivos, mas postava vídeos e fotos na web. Além disso, o suspeito colocava os nomes, números de telefone e redes sociais das vítimas em sites pornográficos.

Em entrevista ao Estado de Minas, o Chefe da Divisão de Crimes Cibernéticos, Delegado Guilherme Santos, explicou sobre os resultados. “Ao todo já foram identificadas quatro vítimas e todas se surpreenderam ao saber que suas imagens estavam sendo divulgadas em sites pornográficos”, destacou.Continua depois da publicidade

Durante a operação, além do mandado de prisão temporária, a equipe apreendeu um aparelho celular, um notebook, dois HDs externos e diversas mídias, além de maconha e haxixe.

Comentários
recomendadas

AO VIVO
OUÇA AO VIVO
VOLTAR AO SITE
21 de Outubro de 2020 - 96.5 FM
OUÇA AQUI
Radar Tupi
« Programa Anterior
20:00 - Programa Cristiano Santos
21:00 - Tupi na Rede
22:00 - Giro Esportivo
Próximo Programa »
  • Transmissão em Vídeo
Acompanhe também »