Brasil

Mandetta libera médicos para prescrever cloraquina desde que assumam os riscos

Além da cloroquina e hidroxicloroquina, em combinação com o antibiótico Azitromicina, outras substâncias estão sendo analisadas

Por Marcos Antonio de Jesus

Foto: Reprodução

Durante coletiva na tarde desta terça-feira, o Ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, disse que os médicos devem decidir se utilizam ou não a cloroquina e hidroxicloroquina, principalmente nos casos mais graves da Covid-19.  Segundo o ministro não está descartado nem mesmo o uso do medicamento no início do tratamento, desde que o médico se responsabilize e entre em acordo com a família e o próprio paciente, mostrando os possíveis efeitos colaterais.

Além da cloroquina e hidroxicloroquina, em combinação com o antibiótico Azitromicina, outras substâncias estão sendo analisadas. Entre elas estão: o Lopinavir e Ritonavir, usados contra o HIV; esses mesmos dois remédios, em conjunto com a substância Interferon beta-1b, usada no tratamento de esclerose múltipla; e o Antiviral Remdesivir, para o ebola. Nas próximas semanas, estudos com outras substâncias deverão ser iniciados, entre eles um que usa material do sangue de pacientes curados.

recomendadas

AO VIVO
OUÇA AO VIVO
VOLTAR AO SITE
23 de Novembro de 2020 - 96.5 FM
OUÇA AQUI
Cidinha Livre
« Programa Anterior
14:00 - Show do Pedro Augusto
15:30 - Show do Heleno Rotay
17:00 - Show do Apolinho
19:00 - Radar Tupi
20:00 - Programa Cristiano Santos
21:00 - Tupi na Rede
22:00 - Giro Esportivo
Próximo Programa »
  • Transmissão em Vídeo
Acompanhe também »