Brasil

Mandetta libera médicos para prescrever cloraquina desde que assumam os riscos

Além da cloroquina e hidroxicloroquina, em combinação com o antibiótico Azitromicina, outras substâncias estão sendo analisadas

Por Marcos Antonio de Jesus

Foto: Reprodução

Durante coletiva na tarde desta terça-feira, o Ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, disse que os médicos devem decidir se utilizam ou não a cloroquina e hidroxicloroquina, principalmente nos casos mais graves da Covid-19.  Segundo o ministro não está descartado nem mesmo o uso do medicamento no início do tratamento, desde que o médico se responsabilize e entre em acordo com a família e o próprio paciente, mostrando os possíveis efeitos colaterais.

Além da cloroquina e hidroxicloroquina, em combinação com o antibiótico Azitromicina, outras substâncias estão sendo analisadas. Entre elas estão: o Lopinavir e Ritonavir, usados contra o HIV; esses mesmos dois remédios, em conjunto com a substância Interferon beta-1b, usada no tratamento de esclerose múltipla; e o Antiviral Remdesivir, para o ebola. Nas próximas semanas, estudos com outras substâncias deverão ser iniciados, entre eles um que usa material do sangue de pacientes curados.


enquete

A chuva que atingiu o Rio causou estragos no seu bairro?

Carregando ... Carregando ...

AO VIVO
OUÇA AO VIVO
VOLTAR AO SITE
13 de Maio de 2021 - 96.5 FM
OUÇA AQUI
Show do Apolinho
« Programa Anterior
20:00 - Super Futebol Tupi
22:00 - Giro Esportivo
Próximo Programa »
  • Transmissão em Vídeo
Acompanhe também »