Brasil

Militar mata mulher por achar que ela tinha caso com o ex-vizinho

O homem assassinado pelo militar era gay e tinha um relacionamento homoafetivo há mais de 5 anos

Por Redação Tupi

O militar da reserva da Aeronáutica, Juenil Bonfim de Queiroz, de 56 anos, foi detido em flagrante após matar a mulher e o ex-vizinho, na noite desta quarta-feira. A Justiça do Distrito Federal decidiu mante-lo preso por tempo indeterminado. As vítimas foram assassinadas a tiros, no prédio onde o militar é síndico.

Juenil disse que atirou na esposa e no ex-vizinho por ciúmes e por achar que eles mantinham um caso. No entanto, o homem tinha um relacionamento homoafetivo há mais de cinco anos. O companheiro dele estava presente quando as vítimas foram mortas.

Francisca Naíde de Oliveira Queiroz, de 57 anos, foi atingida por pelo menos quatro disparos, segundo a polícia, e morreu na hora. Francisco de Assis Pereira da Silva, de 41 anos, foi atingido com um tiro na cabeça. Ele chegou a ser levado para o Hospital de Base, em Brasília, mas não resistiu.

Segundo a juíza Maria Cecília Batista Campos, que julga o caso do militar, após realizar os disparos, Juenil teria tentado se justificar para o companheiro de Francisco, que também estava no apartamento.

“Tá vendo o que acontece com homem que mexe com mulher casada”, teria dito ele.

Comentários
recomendadas

AO VIVO
OUÇA AO VIVO
VOLTAR AO SITE
01 de Dezembro de 2020 - 96.5 FM
OUÇA AQUI
Show do Apolinho
« Programa Anterior
19:00 - Radar Tupi
20:00 - Programa Cristiano Santos
21:00 - Tupi na Rede
22:00 - Giro Esportivo
Próximo Programa »
  • Transmissão em Vídeo
Acompanhe também »