Brasil

Ministério Público denuncia seis pessoas pela morte de João Alberto Freitas

Beto Freias foi espancado até a morte por seguranças de supermercado

Por Redação Tupi

(Foto: Divulgação)

Seis pessoas foram denunciadas pelo Ministério Público do Rio Grande do Sul, por conta da morte de João Alberto Silveira Freitas, em novembro deste ano, no estacionamento do Supermercado Carrefour, em Porto Alegre.

O relatório foi apresentado, na manhã de hoje, por homicídio triplamente qualificado, com agravantes de motivo torpe, ligado ao preconceito racial, agressão, uso de meio cruel e recurso que dificultou o socorro à vítima. Beto Freias foi espancado até a morte por seguranças do estabelecimento.

A encarregada da administração do mercado, Adriana Dutra filmou toda a ação e impediu o socorro á vítima. Além de Adriana, os denunciados foram: Giovane da Silva, ex-soldado temporário da Polícia Militar, Magno Braz Borges, um fiscal do Supermercado, Paulo Francisco da Silva, outro segurança da unidade e dois funcionários do estabelecimento Rafael Rezende e Kleiton Silva Santos.

Comentários

enquete

Quem vai levar a melhor no Fla-Flu no Cariocão?

Carregando ... Carregando ...

AO VIVO
OUÇA AO VIVO
VOLTAR AO SITE
16 de Maio de 2021 - 96.5 FM
OUÇA AQUI
Ele & Ela
« Programa Anterior
15:00 - Super Futebol Tupi
08:00 - Show do Pedro Augusto
22:00 - Giro Esportivo
11:00 - Samba Social Clube
12:00 - Bola em Jogo
Próximo Programa »
  • Transmissão em Vídeo
Acompanhe também »