Brasil

MPRJ solicita que Flordelis use tornozeleira eletrônica e seja afastada do cargo na Câmara dos Deputados

Parlamentar está sendo investigada por ter sido mandante no assassinato do próprio marido

Por Redação Tupi

(Foto: Celia Viana / Câmara)

O Ministério Público do Rio (MPRJ) solicitou à Justiça que a deputada Flordelis, investigada por ter sido a mandante do assassinato do próprio marido, seja monitorada com tornozeleira eletrônica. O promotor Carlos Gustavo Coelho de Andrade também pediu que a parlamentar seja afastada do cargo e que cumpra o recolhimento domiciliar noturno, das 23h às 6h.

O pedido do Ministério Público tem ligação com a dificuldade que a Corregedoria da Câmara dos Deputados enfrentou para localizar Flordelis. A parlamentar não foi encontrada em pelo menos duas tentativas de notificação no caso que apura o atentado a bomba, denunciado por uma testemunha do crime.

Ainda de acordo com o MPRJ, a liberdade de Flordelis causa “intranquilidade em todas as testemunhas ouvidas no caso”.

Em junho de 2019, após o assassinato, Flordelis não foi presa por ter imunidade parlamentar.

Alguns filhos de Flordelis já foram presos durante as investigações, entre eles: Adriano dos Santos Rodrigues, André Luiz de Oliveira, Carlos Ubiraci Francisco da Silva, Marzy Teixeira da Silva e Simone dos Santos Rodrigues.

A defesa de Flordelis não foi encontrada para prestar esclarecimentos.

 

Comentários
recomendadas

AO VIVO
OUÇA AO VIVO
VOLTAR AO SITE
30 de Setembro de 2020 - 96.5 FM
OUÇA AQUI
Show do Mário Belisário
« Programa Anterior
06:00 - Show do Antônio Carlos
08:00 - Show do Clóvis Monteiro
10:00 - Programa Isabele Benito
11:00 - Programa Francisco Barbosa
12:00 - Patrulha da Cidade
14:00 - Show do Pedro Augusto
15:30 - Show do Heleno Rotay
17:00 - Show do Apolinho
19:00 - Radar Tupi
20:00 - Programa Cristiano Santos
21:00 - Tupi na Rede
22:00 - Giro Esportivo
13:00 - Cidinha Livre
Próximo Programa »
  • Transmissão em Vídeo
Acompanhe também »