Brasil

OMS cita estudo inconclusivo sobre transmissão assintomática e Bolsonaro fala em reabrir escolas

Presidente da República também questionou a entidade

Por Redação Tupi

Foto: Marcos Corrêa/PR

Na reunião ministerial desta terça-feira, o Presidente da República, Jair Bolsonaro, criticou a Organização Mundial da Saúde (OMS) após a entidade divulgar um estudo que definiu transmissões assintomáticas como “muito raras”. No discurso, Bolsonaro reconheceu que não há comprovações científicas sobre o uso da hidroxicloroquina para tratar pacientes com Covid-19, mas voltou a defender o uso do medicamento.

O presidente ainda disse que pode reabrir escolas após a OMS citar o estudo inconclusivo dos assintomáticos.

“A OMS nas últimas semanas tem tido algumas posições antagônicas. A penúltima sobre a hidroxicloroquina foi determinada a suspensão da pesquisa depois voltou atrás. As pesquisas continuam, não temos a comprovação científica ainda, mas relatos de pessoas infectados e de médicos, em grande parte, em grande sido favorável a hidroxicloroquina”, disse o presidente.

Ainda nesta terça-feira, a OMS afirmou que a “transmissão por casos assintomáticos está ocorrendo, a questão é saber quanto”. “Estamos absolutamente convencidos de que a transmissão por casos assintomáticos está ocorrendo, a questão é saber quanto”, disse o diretor de emergências da Organização Mundial de Saúde (OMS), Michael Ryan.

Comentários
recomendadas

AO VIVO
OUÇA AO VIVO
VOLTAR AO SITE
07 de Julho de 2020 - 96.5 FM
OUÇA AQUI
Programa Francisco Barbosa
« Programa Anterior
12:00 - Patrulha da Cidade
14:00 - Show do Pedro Augusto
15:30 - Show do Heleno Rotay
17:00 - Show do Apolinho
19:00 - Radar Tupi
20:00 - Programa Cristiano Santos
21:00 - Tupi na Rede
22:00 - Giro Esportivo
12:00 - Patrulha da Cidade
13:00 - Cidinha Livre
Próximo Programa »
  • Transmissão em Vídeo
Acompanhe também »