Brasil

Palocci diz que PT recebeu R$ 270,5 milhões em propina, entre 2002 e 2014

Ex-ministro da Fazenda disse que as negociações eram, na maioria das vezes, feitas por ele, em parceria do ex-tesoureiro do PT João Vaccari

Por Redação Tupi

Foto: Reprodução

No último acordo de delação premiada que fez com a Justiça, o ex-ministro Antonio Palocci disse que o PT recebeu cerca de R$ 270,5 milhões em propina para campanhas eleitorais, no período de 2002 e 2014. As informações são exclusivas do site da revista Veja.

De acordo com ele, as doações foram parte declaras e outras não. Palocci disse que as negociações eram, na maioria das vezes, feitas por ele, em parceria do ex-tesoureiro do PT João Vaccari.

De acordo com o ex-ministro, em 2010, a empreiteira Odebrecht repassou R$ 2 milhões para a deputada federal Gleisi Hoffmann por meio de caixa dois. Já o Grupo OAS teria acrescentado mais R$ 800 mil.

No total, 12 políticos e 16 empresas foram delatadas no documento por Palocci; entre eles, os ex-presidentes Luiz Inácio Lula da Silva e Dilma Rousseff.

Os pagamentos eram “em troca de benefícios concedidos pelo governo” à empresa na Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS).

Palocci foi ministro da Fazenda, no primeiro governo do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, entre 2003 e 2006.

Comentários
enquete

Feriado é um dia curtir com a família?

Carregando ... Carregando ...

AO VIVO
OUÇA AO VIVO
VOLTAR AO SITE
21 de Outubro de 2019 - 96.5 FM
OUÇA AQUI
Programa Cristiano Santos
« Programa Anterior
21:00 - Tupi na Rede
22:00 - Giro Esportivo
Próximo Programa »
  • Transmissão em Vídeo
Acompanhe também »