Brasil

Parlamentares recebem carta aberta que pede bloqueio de crédito para áreas com desmatamento ilegal

Organizações da sociedade civil querem que o BNDES utilize dados do Cadastro Ambiental Rural

Por Redação Tupi

Foto:Reprodução/Câmara

A Frente Parlamentar Ambientalista recebe nesta tarde a carta aberta elaborada por organizações da sociedade civil em que cobram do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) medidas concretas para evitar o financiamento de quem desmata florestas irregularmente no Brasil.

A carta, assinada por mais de 50 organizações, entre elas o Instituto de Estudos Socioeconômicos (Inesc), Conectas Direitos Humanos e Observatório do Clima, também pede ao banco a retomada da aplicação de mais de R$ 2 bilhões parados no Fundo Amazônia, Fundo Clima e Fundo Social.

“Sem prejuízo do reconhecimento [ao trabalho do BNDES], sempre fomos críticos aos financiamentos com baixas salvaguardas socioambientais à insustentável exploração de recursos naturais que não só ampliaram nossa dependência externa, como levaram a sistemáticas violações de direitos e elevados impactos ambientais. Diante da pandemia de Covid-19, da insuficiente ação do governo federal, do aprofundamento das desigualdades brasileiras e do descontrole do desmatamento expressamos publicamente demandas urgentes e revisões em procedimentos na política socioambiental do BNDES”, afirma a carta.

 

Comentários
recomendadas

AO VIVO
OUÇA AO VIVO
VOLTAR AO SITE
19 de Setembro de 2020 - 96.5 FM
OUÇA AQUI
Samba Social Clube
« Programa Anterior
17:00 - Super Futebol Tupi
15:00 - Show da Galera
21:00 - Show de Bola
Próximo Programa »
  • Transmissão em Vídeo
Acompanhe também »