Brasil

Pedido para apreender celular de Bolsonaro é rejeitado por Celso de Mello

Solicitação havia sido feita por partidos de oposição

Por Redação Tupi

(Foto: Alan Santos/PR)

Foi rejeitado pelo ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Celso de Mello, nesta segunda-feira (01) o pedido de apreensão do celular do presidente Jair Bolsonaro. A solicitação é referente a investigação sobre a suposta interferência política de Bolsonaro na Polícia Federal (PF).

“Não se pode desconhecer que o monopólio da titularidade da ação penal pública pertence ao Ministério Público, que age, nessa condição, com exclusividade, em nome do Estado. Em uma palavra: descumprir ordem judicial implica transgredir a própria Constituição da República, qualificando-se, negativamente, tal ato de desobediência presidencial e de insubordinação executiva como uma conduta manifestamente inconstitucional”, disse Celso de Mello.

A solicitação foi feita por meio de uma notícia-crime aberta pelo PDT, PV e PSB no Supremo depois de acusações feitas pelo ex-ministro da Justiça Sergio Moro. Além do celular do presidente, foi pedido a apreensão dos celulares do filho do presidente, Carlos Bolsonaro, e da deputada Carla Zambelli (PSL-SP).

Comentários
recomendadas

AO VIVO
OUÇA AO VIVO
VOLTAR AO SITE
04 de Julho de 2020 - 96.5 FM
OUÇA AQUI
Super Futebol Tupi
« Programa Anterior
21:00 - Show de Bola
Próximo Programa »
  • Transmissão em Vídeo
Acompanhe também »