Brasil

PF adia depoimento de Moro no inquérito dos supostos atos antidemocráticos

A defesa do ex-juiz entrou em contato na manhã desta sexta-feira informando a necessidade de adiar o depoimento

Por Marcos Antonio de Jesus

(Foto: Fábio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil)

A Polícia Federal adiou o depoimento do ex-juiz federal e ex-ministro da Justiça e Segurança Pública, Sérgio Moro, que seria nesta sexta-feira, na Superintendência da PF em Curitiba. A oitiva, na condição de testemunha, é no âmbito do inquérito que investiga a organização e o financiamento de supostos atos antidemocráticos.

A defesa do ex-juiz entrou em contato na manhã desta sexta-feira informando a necessidade de adiar o depoimento. O motivo informado foram questões técnicas e logísticas. A oitiva ainda não foi remarcada. O inquérito do Supremo Tribunal Federal foi aberto em abril deste ano pelo ministro Alexandre de Moraes, depois de pedido do procurador-geral da República, Augusto Aras.

O fato gerador do pedido de Aras foi a manifestação, no dia 19 de abril, Dia do Exército, que contou com a presença do presidente Jair Bolsonaro, em Brasília. Foram vistos cartazes pedindo o fechamento do STF e por um novo AI-5. Em junho, Alexandre de Moraes determinou a quebra de sigilo de 10 deputados federais e um senador bolsonaristas, no âmbito do inquérito, a partir de um pedido da Procuradoria-Geral da República. Apoiadores do presidente também foram alvo de busca e apreensão.

 

Comentários
recomendadas

AO VIVO
OUÇA AO VIVO
VOLTAR AO SITE
25 de Outubro de 2020 - 96.5 FM
OUÇA AQUI
Super Futebol Tupi
« Programa Anterior
22:00 - Giro Esportivo
Próximo Programa »
  • Transmissão em Vídeo
Acompanhe também »