Brasil

Polícia Civil realiza operação contra cursos preparatórios pirateados

Material vendido na internet era utilizado em concursos de todo o Brasil

Por Marcelo Silva

(Foto: Reprodução / TV Globo)

A Polícia Civil realiza uma operação contra uma quadrilha que pirateava cursos preparatórios para concursos públicos de todo o Brasil, que faturou cerca de R$ 15 milhões em fraudes.

A operação Black Hawk, deflagrada na manhã desta terça-feira (21), visa a cumprir 9 Mandados de Prisão e 19 Mandados de Busca e Apreensão. A organização criminosa é acusada pelos crimes de lavagem de dinheiro, furto qualificado e violação de direito autoral.

De acordo com a investigação, os cursos preparatórios oficiais, cujos valores oscilam entre R$ 500 e R$ 10 mil, eram pirateados e vendidos pelos membros da quadrilha em seu site por até 10% do valor original.

Segundo o inquérito, os criminosos causaram um prejuízo estimado em R$ 65 milhões aos cursos oficiais. A ação, desencadeada nas cidades do Rio de Janeiro, Nova Iguaçu, Niterói, São Gonçalo, Saquarema, Araruama e nas cidades mineiras de Juiz de Fora e Borda da Mata, conta com um efetivo operacional de mais de 100 agentes do Departamento Geral de Polícia Especializada.

Antônio de Jesus Cabral, de 35 anos é um dos alvos da operação no Rio de Janeiro. Ex-aluno da Academia Militar das Agulhas Negras, ele é o principal suspeito de liderar o grupo criminoso.

Os compradores identificados na investigação estão sujeitos ao crime de receptação, com pena de até 4 anos e, podem ser, inclusive, desclassificados dos concursos prestados com o auxílio do material pirateado.



Comentários

AO VIVO
OUÇA AO VIVO
VOLTAR AO SITE
28 de Julho de 2021 - 96.5 FM
OUÇA AQUI
Tupi na Rede
« Programa Anterior
22:00 - Giro Esportivo
Próximo Programa »
  • Transmissão em Vídeo
Acompanhe também »