Brasil

Polícia Federal prende acusados de invadir sistema do IBAMA e fraudar certificados

Estima-se que o prejuízo do golpe aplicado tenha chegado a R$ 150 milhões

Por Marcos Antonio de Jesus

(Foto: Divulgação/PF)

A Polícia Federal deflagrou, nesta terça-feira, a operação Tokens, que investiga acusados de utilizar dados do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (IBAMA) e realizar alterações indevidas nos sistemas do órgão, utilizando certificados digitais.

As investigações apontam que fraudes tiveram como beneficiários proprietários rurais e empresários do ramo de exploração florestal e agropecuária, com áreas embargadas nos estados do Pará e Mato Grosso. No total, foram constatados 122 desembargos irregulares em nome de 54 pessoas físicas ou jurídicas.

Estima-se que o prejuízo do golpe aplicado tenha chegado a R$ 150 milhões em multas não recolhidas e descumprimento de embargos em áreas ambientais sensíveis da Amazônia Legal.  A PF cumpriu 48 mandados de busca e apreensão em empresas e residências de pessoas que foram beneficiadas com as fraudes.

Cinco pessoas foram presas, entre elas falsificadores e estelionatários membros da associação criminosa. As ordens judiciais foram expedidas pela Justiça Federal do Distrito Federal e cumpridas em Goiás, Tocantins, Minas Gerais, Mato Grosso, Pará, Paraná, Rio Grande do Sul, São Paulo e Distrito Federal.

 

Comentários
recomendadas

AO VIVO
OUÇA AO VIVO
VOLTAR AO SITE
21 de Setembro de 2020 - 96.5 FM
OUÇA AQUI
Patrulha da Cidade
« Programa Anterior
14:00 - Show do Pedro Augusto
15:30 - Show do Heleno Rotay
17:00 - Show do Apolinho
19:00 - Radar Tupi
20:00 - Programa Cristiano Santos
21:00 - Tupi na Rede
22:00 - Giro Esportivo
13:00 - Cidinha Livre
Próximo Programa »
  • Transmissão em Vídeo
Acompanhe também »