Brasil

Polícia Federal indicia Andrea Neves por obstrução de Justiça

Investigações apontam que a irmã do deputado federal Aécio Neves se aproveitava de informações para impedir investigações de organizações criminosas

Por Redação Tupi

(Foto: Reprodução)

A Polícia Federal indiciou Andrea Neves, irmã do deputado federal Aécio Neves (PSCB-MG), por crimes como corrupção passiva, organização criminosa e obstrução de Justiça. Outros dois escrivães da corporação, dois advogados e um empresário também foram indiciados.

De acordo com a PF, Andrea Neves recebia documentos da corporação obtidos por um advogado. Os vazamentos ocorriam por meio de escrivães da corporação.

Ainda segundo informações da Polícia Federal, Andrea Neves se beneficiavam, impedindo ou embaraçando investigações relacionadas a organizações criminosos em que estavam envolvidos, ou nas quais tinham interesse direto.

No curso da investigação, após representação da Polícia Federal, foram cumpridos sete mandados judiciais de busca e apreensão, alguns deles em escritórios de advogados, três mandados judiciais de prisão preventiva e um mandado judicial de prisão temporária, além de terem sido quebrados os sigilos telefônicos, telemáticos, bancários e fiscais dos suspeitos

Cabe ainda, ao Ministério Público, definir se abre ou não denúncia contra os indiciados. As provas contra os servidores da PF já foram encaminhadas à Corregedoria Regional da Corporação, em Minas Gerais.

O Inquérito Policial é decorrente da Operação “ESCOBAR”, deflagrada há um ano para combater, no âmbito da própria instituição, organização criminosa que praticava corrupção ativa, corrupção passiva, obstrução de justiça e violação de sigilo funcional.

Comentários
recomendadas

AO VIVO
OUÇA AO VIVO
VOLTAR AO SITE
06 de Julho de 2020 - 96.5 FM
OUÇA AQUI
Giro Esportivo
« Programa Anterior
Nenhum programa encontrado
Próximo Programa »
  • Transmissão em Vídeo
Acompanhe também »