Brasil

Presidente da CPI da Pandemia alerta sobre investigação nos Hospitais Federais do Rio

Senador Omar Aziz (PSD-AM) fez a declaração em entrevista exclusiva ao Show do Clóvis Monteiro

Por Pedro Henrique Leite

senador omar aziz
Senador Omar Aziz (PSD-AM). (Foto: Agência Senado)

Em entrevista ao Show do Clóvis Monteiro, da SUPER RÁDIO TUPI, na manhã desta quarta-feira (21), o senador Omar Aziz (PSD-AM) classificou a gestão do general Eduardo Pazuello no Ministério da Saúde como “desastrosa”. Aziz também criticou o ex-ministro das Relações Exteriores Ernesto Araújo e o coronel da reserva do Exército Antônio Élcio Franco, que ocupou o cargo de secretário-executivo do Ministério da Saúde na gestão de Pazuello.

“A gestão Pazuello é desastrosa em todos os sentidos. O Governo Federal fez o Amazonas de cobaia. Deixou de pegar oxigênio na Venezuela por questão ideológica. Estamos há duas horas de avião da Venezuela e nenhuma aeronave foi colocada à disposição do estado enquanto o povo esperava por oxigênio”, disse o senador.

Para Aziz, a corrupção tem sido menor nos últimos tempos com o fortalecimento de órgãos como o Supremo Tribunal Federal (STF), a Procuradoria Geral da República (PGR), o Ministério Público Federal (MPF), a Polícia Federal, entre outras instituições.

“Melhorou muito. As instituições estão muito fortalecidas. A fiscalização é muito grande, mas não adianta mudar só o ministro porque a cultura fica enraizada. E o problema não está só no Ministério da Saúde”, avaliou.

Aziz também relembrou o depoimento do ex-governador do Rio de Janeiro Wilzon Witzel, que sofreu impeachment por suposto desvio de recursos destinados à saúde, à CPI.

“Sei que ainda é preciso apurar. Mas o Witzel deu um depoimento que me assustou. Ele disse que os hospitais federais do Rio têm donos. O levantamento que nós fizemos nos deixou de orelha em pé. O Rio teve um gasto de 2,3 bilhões só em oito hospitais, e o que a gente observa é uma redução no atendimento à população. Isso é um orçamento maior que muitos estados. São fatos trazidos à CPI que nos obrigam investigar”, afirmou.

O presidente e o vice-presidente da CPI da Pandemia — senadores Omar Aziz (PSD-AM) e Randolfe Rodrigues (Rede-AP), respectivamente  — estão organizando as ações do colegiado que serão retomadas em agosto, logo após o fim do recesso parlamentar constitucional. Além da criação de núcleos para o tratamento de temas, como o que vai tratar das empresas que intermedeiam a aquisição de vacinas, os senadores pretendem se debruçar sobre os impactos das notícias falsas (fake news) no agravamento da epidemia de coronavírus.

As informações foram transmitidas por Aziz e Randolfe por meio das redes sociais, no fim de semana. Randolfe adiantou que a CPI também vai se dedicar a investigações sobre os negócios e interesses envolvendo a empresa de logística VTCLog. Os parlamentares suspeitam de contratos firmados entre ela, o Ministério da Saúde e a Precisa Medicamentos.

O vice-presidente detalhou ainda que está prevista para acontecer entre os dias 26 e 29 de julho uma reunião virtual entre integrantes da CPI e juristas, a fim de embasar o relatório final da comissão. O responsável pela emissão do parecer definitivo é o senador Renan Calheiros (MDB-AL).

“A CPI está no caminho certo. Estamos descobrindo quem estava e está por trás de uma gestão completamente ineficaz no Ministério da Saúde em relação, especialmente, à pandemia, que já nos custou mais de meio milhão de vidas do povo brasileiro. Não vamos parar”, publicou Randolfe.



recomendadas
Comentários

AO VIVO
OUÇA AO VIVO
VOLTAR AO SITE
01 de Agosto de 2021 - 96.5 FM
OUÇA AQUI
Programa Cristiano Santos
« Programa Anterior
15:00 - Super Futebol Tupi
08:00 - Show do Pedro Augusto
22:00 - Giro Esportivo
11:00 - Samba Social Clube
12:00 - Bola em Jogo
20:00 - Conexão Tupi
10:00 - De Frente Com Elas
Próximo Programa »
  • Transmissão em Vídeo
Acompanhe também »