Brasil

Quarentena aumenta em mais de 25% os casos de acidentes domésticos em crianças

'Os acidentes domésticos, inclusive, são as principais causas de morte de crianças de 1 a 9 anos', aponta especialistas

Por Victor Yemba

(Divulgação)

Um descuido perto do fogão é a ocasião perfeita para causar queimaduras. Uma brincadeira de correr pode terminar em quedas e fraturas. Objetos pequenos podem ser ingeridos em um piscar de olhos. Quem tem criança em casa, sabe que a atenção deve ser redobrada a todo segundo.

De acordo com o Ministério da Saúde, entre os pequenos, os acidentes domésticos correspondem a cerca de cinco mil mortes por ano e 110 mil casos de hospitalização. Além disso, em épocas de maior estada em casa, os casos crescem cerca de 25%, segundo informações da Sociedade Brasileira de Pediatria.

“As principais vítimas são sempre as mais vulneráveis. Os acidentes domésticos, inclusive, são as principais causas de morte de crianças de 1 a 9 anos”, pontua o cirurgião plástico Luiz Victor Carneiro Jr, que teve um aumento considerável na procura por sutura de pequenos e médios cortes durante a quarentena. O alerta maior continua sendo em relação às quedas.

Ainda segundo o Ministério da Saúde, elas representam o maior volume dos atendimentos médicos realizados em unidades de saúde em todo o país, somando mais de 38% de casos.

“De maneira geral, os acidentes variam de acordo com a idade e o tipo de ambiente (cozinha, varanda, sala…)”, afirma o ortopedista Ricon Jr.

Crianças pequenas, de 2 a 7 anos, tem uma motricidade menor, o que compromete o reflexo na hora de cair.

“As lesões traumatológicas mais recorrentes devido às quedas acometem os membros superiores, com lesões/fraturas nos punhos, antebraço e cotovelo. Fraturas nas clavículas também são comuns quando o corpo é jogado para frente”, salienta.

Segundo o especialista, quedas de alturas maiores (de 2 a 3 metros) afetam mais a parte inferior do corpo, com risco da quebra do fêmur e/ou da perna.

Pelo menos 90% dos casos de acidentes domésticos podem ser evitados. Os cuidados começam na escolha dos móveis da casa, onde as camas devem ter altura adequada e os berços precisam de telas de proteção. O uso de grades na entrada das portas da cozinha e do banheiro pode reduzir consideravelmente o número de acidentes, uma vez que a maioria ocorre nesses cômodos.

E, lembre-se, jamais deixe os pequenos sem supervisão.

Comentários
recomendadas

AO VIVO
OUÇA AO VIVO
VOLTAR AO SITE
21 de Outubro de 2020 - 96.5 FM
OUÇA AQUI
Show do Heleno Rotay
« Programa Anterior
17:00 - Show do Apolinho
19:00 - Radar Tupi
20:00 - Programa Cristiano Santos
21:00 - Tupi na Rede
22:00 - Giro Esportivo
Próximo Programa »
  • Transmissão em Vídeo
Acompanhe também »