Brasil

Raquel Dodge pede para arquivar inquérito de Collor e contraria Polícia Federal

Em relatório, delegado disse que existem provas o suficiente para concluir que ex-presidente havia cometido corrupção passiva

Por Redação Tupi

A procuradora-geral da República, Raquel Dodge, decidiu pelo o arquivamento do processo que investigava o ex-presidente Fernando Collor com base na delação da Odebrecht.

A decisão de Raquel vai ao contrário do que a Polícia Federal havia decidido, já que o delegado Orlando Cavalcanti Neves Neto assinou um relatório no qual declarava a existência de elementos o suficiente para concluir que Collor, atualmente senador pelo PROS-AL, cometeu, de fato, o crime de corrupção passiva.

Em 2010, Collor teria recebido propina para ser eleito governador de Alagoas e atuar em benefício da Odebrecht. Porém, naquele ano, ele ficou na terceira posição.

A procuradora justificou a decisão ao dizer que não há elementos o suficiente para comprovar o crime.

Comentários
recomendadas

AO VIVO
OUÇA AO VIVO
VOLTAR AO SITE
21 de Outubro de 2020 - 96.5 FM
OUÇA AQUI
Giro Esportivo
« Programa Anterior
Nenhum programa encontrado
Próximo Programa »
  • Transmissão em Vídeo
Acompanhe também »