Brasil

Record TV é condenada a pagar multa de R$ 2 milhões por danificar arte rupestre em Minas Gerais

Emissora teria pintando parede de sítio arqueológico com tinta branca durante gravações da minissérie bíblica "Rei Davi", em 2012

Por Redação Tupi

Emissora teria pintando parede de sítio arqueológico com tinta branca durante gravações da minissérie bíblica “Rei Davi”, em 2012
(Foto: Ministério Público de Minas Gerais)

De acordo com informações da jornalista Regiane Oliveira, do jornal EL País Brasil, a Record TV foi condenada em segunda instância a pagar R$ 2 milhões à Justiça por ter danificado uma pintura rupestre com tinta branca, durante as gravações da minissérie bíblica “Rei Davi”, em 2012, no município de Diamantina, em Minas Gerais. Na primeira instância, a emissora já havia sido sentenciada por danos morais coletivos e danos ao patrimônio cultural.

Em juízo, a Record TV alegou não poder se comprovado o evolvimento da pintura com as gravações no local, já que a perícia técnica só foi feita dois anos depois. O canal dos bispos também argumentou que a minissérie trouxe muitos benefícios para cidade mineira, gerando crescimento do turismo e dando projeção nacional ao lugar.

A emissora da Barra Funda também disse que não foi informada que a região se tratava de um sítio arqueológico. A área é preservada pela Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (UNESCO), que considera o centro histórico de Diamantina como Patrimônio da Humanidade.

(Foto: Divulgação/Record TV)
Comentários
recomendadas

AO VIVO
OUÇA AO VIVO
VOLTAR AO SITE
29 de Outubro de 2020 - 96.5 FM
OUÇA AQUI
Show do Apolinho
« Programa Anterior
20:00 - Super Futebol Tupi
22:00 - Giro Esportivo
Próximo Programa »
  • Transmissão em Vídeo
Acompanhe também »