Brasil

Ronaldinho Gaúcho e Assis podem ser soltos e autorizados a retornar ao Brasil nesta segunda-feira

Irmãos estão presos, desde 6 de março, acusados de entrar no país usando passaportes falsos

Por Redação Tupi

(Foto: Reprodução)

A Justiça do Paraguai decide, nesta segunda-feira (24), se Ronaldinho Gaúcho e o irmão, Roberto Assis, serão soltos e autorizados a retornar ao Brasil. Uma audiência está marcada para ser realizada às 15h, horário de Brasília. Eles são acusados de entrar no país usando passaportes falsos.

De acordo com o Ministério Público do Paraguai, nenhuma nova denúncia será apresentada contra Ronaldinho e Assis. A investigação foi aberta há duas semanas. Também foi oferecido ao ex-jogador de futebol e ao irmão a suspensão condicional do processo, mediante pagamento de multas, US$ 110 mil, R$ 613 mil, no caso Roberto de Assis e US$ 90 mil, cerca de R$ 502 mil, para Ronaldinho.

(Foto: Reprodução)

Os dois também teriam que comparecer, a cada três meses, com uma autoridade brasileira, para acompanhamento do processo, que deve durar um ano para Ronaldinho, e dois, no caso de Assis. A defesa dos brasileiros aceitou a proposta oferecida pelo MP do Paraguai.

Ronaldinho Gaúcho e Assis foram presos no dia 6 de março. Os dois admitiram ter entrado no Paraguai com passaportes falsos, mas, mesmo assim, o Ministério Público pediu prisão preventiva, que pode durar até seis meses. As investigações duraram 5 meses.


Comentários

AO VIVO
OUÇA AO VIVO
VOLTAR AO SITE
15 de Janeiro de 2021 - 96.5 FM
OUÇA AQUI
Giro Esportivo
« Programa Anterior
Nenhum programa encontrado
Próximo Programa »
  • Transmissão em Vídeo
Acompanhe também »