Brasil

Serra nega irregularidades em campanha e chama operação da PF de ‘espetacularização’

Investigações apontam que o senador recebeu R$ 5 milhões em doações não contabilizadas

Por Luiz Walcyr

(Foto: Wilson Dias/Agência Brasil)

O Senador José Serra (PSDB-SP) se pronunciou sobre a nova ação da Polícia Federal, realizada na manhã desta terça-feira (21), em que investiga o suposto caixa 2 da campanha do parlamentar, nas eleições de 2014.

Segundo ele, a operação “Paralelo 23″, que fez buscas e apreensões no gabinete dele no Senado, no apartamento funcional em Brasília e em dois imóveis em São Paulo, é uma “espetacularização”.

Serra também negou irregularidades em suas contas da campanha ao Senado. Segundo as investigações, a campanha teria recebido R$ 5 milhões que não foram contabilizados.

“José Serra lamenta a espetacularização que tem permeado ações deste tipo no país, reforça que jamais recebeu vantagens indevidas ao longo dos seus 40 anos de vida pública e sempre pautou sua carreira política na lisura e austeridade em relação aos gastos públicos. Importante reforçar que todas as contas de sua campanha, sempre a cargo do partido, foram aprovadas pela Justiça Eleitoral”, disse nota da assessoria do senador.

Comentários
recomendadas

AO VIVO
OUÇA AO VIVO
VOLTAR AO SITE
25 de Novembro de 2020 - 96.5 FM
OUÇA AQUI
Radar Tupi
« Programa Anterior
20:00 - Programa Cristiano Santos
21:00 - Tupi na Rede
22:00 - Giro Esportivo
Próximo Programa »
  • Transmissão em Vídeo
Acompanhe também »