Brasil

Site publica que Moro instruiu procuradores da Lava-Jato a não pedirem apreensão de celular de Cunha

Mais um suposto diálogo entre o ministro da Justiça e Deltan Dallagnol foi divulgado

Por Redação Tupi

(Foto: Reprodução)

O site BuzzFeed News foi mais um dos veículos jornalísticos que se alinhou ao The Intercept Brasil na publicação de diálogos dos procuradores da operação Lava-Jato. Hoje, o site publicou uma reportagem cujo conteúdo mostra que o então juiz Sérgio Moro convenceu os procuradores a não pedirem a apreensão do ex-presidente da Câmara dos Deputados Eduardo Cunha (MDB-RJ).

Isso, no do 18 de outubro de 2016, um dia antes de Cunha ser preso. Abaixo o diálogo entre Moro, que, atualmente, é ministro da Justiça e o procurador Deltan Dallagnol:

“11:45:25 Deltan: Um assunto mais urgente é sobre a prisão
11:45:45 Deltan: Falaremos disso amanhã tarde
11:46:44 Deltan: Mas amanhã não é a prisão?
11:46:51 Deltan: Creio que PF está programando
11:46:59 Deltan: Queríamos falar sobre apreensão dos celulares
11:47:03 [Moro]: Parece que sim.
11:47:07 Deltan: Consideramos importante
11:47:13 Deltan: Teríamos que pedir hoje”.

Depois, Moro ouviu as opiniões de Dallagnol, que, por sua vez, insistiu no agendamento de uma reunião com o então juiz para tratar do assunto.

O conteúdo dessa reunião não foi mencionado nas conversas, mas, depois das argumentações de Moro, a equipe da operação desistiu de pedir a apreensão dos celulares.

Quando soube que seria preso, Cunha questionou os agentes se deveria levar o celular e os advogados falaram que não.

O site entrou em contato com os procuradores da força-tarefa e o ministro da Justiça, e todos disseram que os celulares de Cunha já tinham sido apreendidos. Ninguém reconheceu a autenticidade das mensagens.

Comentários
recomendadas

AO VIVO
OUÇA AO VIVO
VOLTAR AO SITE
21 de Outubro de 2020 - 96.5 FM
OUÇA AQUI
Tupi na Rede
« Programa Anterior
22:00 - Giro Esportivo
Próximo Programa »
  • Transmissão em Vídeo
Acompanhe também »