Brasil

Supremo mantém obrigação de locadoras terem cota de veículos adaptados

Ministra Cármen Lúcia, considerou a norma inteiramente constitucional

Por Marcos Antonio de Jesus

(Foto: José Cruz/Agência Brasil)

O plenário do Supremo Tribunal Federal manteve, por unanimidade, a obrigação de as locadoras de veículos terem carros adaptados a pessoas com deficiência na proporção de um para cada 20 veículos, conforme previsto no Estatuto da Pessoa com Deficiência.  A norma era questionada no Supremo pela Confederação Nacional dos Transportes, para quem o percentual de 5% da frota adaptada foi estabelecido com critérios inadequados, sem refletir a real proporção de deficientes aptos a dirigir, que seria bem menor.

A regra violaria ainda o princípio constitucional da livre iniciativa, argumentou a entidade. Entretanto, a relatora do caso, a ministra Cármen Lúcia, considerou a norma inteiramente constitucional, por efetivar direitos das pessoas com deficiência previstos nos ordenamentos jurídicos nacional e internacional. Para a ministra, tampouco cabe ao Judiciário verificar a adequação do percentual estabelecido para veículos adaptados, uma vez que isso já foi feito pelo Poder Legislativo.

Carmen Lúcia foi seguida por todos os demais ministros do Supremo.

Comentários
recomendadas

AO VIVO
OUÇA AO VIVO
VOLTAR AO SITE
28 de Outubro de 2020 - 96.5 FM
OUÇA AQUI
Show do Pedro Augusto
« Programa Anterior
15:30 - Show do Heleno Rotay
17:00 - Show do Apolinho
19:00 - Radar Tupi
20:00 - Programa Cristiano Santos
21:00 - Tupi na Rede
22:00 - Giro Esportivo
Próximo Programa »
  • Transmissão em Vídeo
Acompanhe também »