Carnaval

Leandro Vieira: “Não acredito que haverá vacinação que possibilite carnaval com segurança”

Confira um trecho da entrevista do carnavalesco no Show de Bola

Por Marcus Vinicius

Foto: G1

O carnavalesco da Mangueira e do Império Serrano está preocupado com a falta de um plano de vacinação que seja capaz de imunizar a população brasileira. Que os amantes da folia possam sonhar com a possibilidade de retomada do trabalho. “Eu gosto sempre de frisar a importância dos desfiles das escolas de samba, enquanto atividade artística e cultural fundamental, mas também uma atividade econômica e de renda de milhares de trabalhadores. Minha expectativa para este ano era tomar conhecimento de um plano de vacinação que nos possibilite pensar em realizar o desfile, que não sabemos se será em julho ou em 2022”, deixa claro Leandro Vieira, em entrevista ao programa Show de Bola.

Acredita que haverá tempo e que teremos um grande carnaval ?

Eu acredito que haverá como fazer, mas não acredito que haverá uma vacinação eficaz e uma imunização da população que possibilite um carnaval com segurança em julho. Eu lamento profundamente, mas nós vivemos um momento em que o desgoverno tem dificultado a tomada de decisões de diferentes setores da atividade brasileira. É difícil para o comércio, para o setor turístico, do entretenimento e das artes. Hoje, não há um pensamento que trate a questão com a seriedade que merece. Acho que haverá vacina, mas que não haverá vacinação. Somos um país que quando não falta vacina, falta seringa, quando não falta seringa, falta boa vontade administrativa.

Até que ponto essa situação interfere no processo de criação ?

O aspecto mais difícil com relação à questão financeira é o desemprego de milhares de pessoas que sequer foram contratadas para realizar suas atividades e isso interfere diretamente, pois estamos falando da mão de obra que realiza o carnaval. Existe quem pensa, quem cria, mas sobre tudo quem realiza. Essas pessoas estão passando por um momento muito difícil, o que certamente traz impactos para o processo de realização do carnaval.

O que espera do samba em homenagem a Cartola, Jamelão e Delegado ?

Eu espero um samba à altura da carga emocional que este enredo representa para o mangueirense. É a Mangueira que olha para a própria escola, que olha para as suas personalidades e suas tradições. Espero um samba capaz de emocionar o mangueirense e aqueles que são apaixonados pela folia.

Comentários

AO VIVO
OUÇA AO VIVO
VOLTAR AO SITE
17 de Janeiro de 2021 - 96.5 FM
OUÇA AQUI
Super Futebol Tupi
« Programa Anterior
22:00 - Giro Esportivo
Próximo Programa »
  • Transmissão em Vídeo
Acompanhe também »