Carnaval

Portela traz Rio de 2000 anos para Carnaval 2020

Dividida em cinco setores, a escola vai dar uma aula de história sobre os primeiros habitantes da cidade

Por Deysi de Assis e Marcos Frederico

Foto: (Marcos Frederico/Tupi)

A Portela, escola de samba do Grupo Especial do Carnaval Carioca, traz esse ano para a Marquês de Sapucaí uma viagem por um Rio de Janeiro de 2000 mil anos atrás. Com o enredo “Guajupiá: terras sem males”, a agremiação faz um apelo e uma crítica de como a cidade maravilhosa deixou de ser o paraíso dos índios Tupinambás e se tornou um limbo de tudo o que foi.

O título ‘Guajupiá’ faz referência ao mito guarani de uma terra onde não haveria fome, guerras ou doenças. Quando os Tupinambás chegaram ao Rio, encontraram uma paisagem verdejante e exuberante. Sendo assim, juraram ter encontrado guajupiá, ou seja, o próprio paraíso.

Dividida em cinco setores, a escola vai dar uma aula de história sobre os primeiros habitantes do Rio, sobre o surgimento da cidade e como os homens deveriam se inspirar nos verdadeiros fundadores da cidade.

Em entrevista exclusiva a equipe da Super Rádio Tupi, a carnavalesca Márcia Lage explicou como a escola vai apresentar a temática na avenida.”Nós nos baseamos no livro ‘O Rio Antes do Rio’, de Rafael Freitas da Silva, para criar o enredo. O que me chamou a atenção foi o Brasil repleto de índios sem a interferência do branco, é um relato do ponto de vista do indígena. Por isso, nós buscamos ao máximo interpretar e imaginar como seria a visão do índio da cidade do Rio de Janeiro, como eles fariam essa tradução na avenida. Trazemos uma linguagem que não é a acadêmica feita pelos europeus ao longo dos anos, mas uma linguagem simples, a linguagem dos índios”, disse a carnavalesca.

 

Comentários
recomendadas

AO VIVO
OUÇA AO VIVO
VOLTAR AO SITE
25 de Outubro de 2020 - 96.5 FM
OUÇA AQUI
Giro Esportivo
« Programa Anterior
Nenhum programa encontrado
Próximo Programa »
  • Transmissão em Vídeo
Acompanhe também »