Ciência e Saúde

Atendimento psicológico para grávidas pode ser obrigatório em hospitais do Rio

Proposta será analisada pela Assembleia Legislativa do Rio no retorno das sessões

Por Redação Tupi

Proposta será analisada pela Assembleia Legislativa do Rio no retorno das sessões
(Foto: Reprodução)

O atendimento psicológico para gestantes pode se tornar obrigatório, durante o pré-natal feito nas unidades do Sistema Único de Saúde (SUS) do estado. Proposta no projeto de lei 3456/20, a medida será analisada pela Assembleia Legislativa do Rio (Alerj) no retorno das sessões, a partir do dia 2 de fevereiro.

Pelo texto do deputado estadual Rosenverg Reis (MDB), o atendimento deverá ser oferecido também após o parto e pelo período necessário, caso haja indicação clínica. Na justificativa, ele cita como as emoções sentidas pela mãe na gravidez refletem na personalidade da criança.

“A gestação é um momento em que a mulher experimenta o efeito de muitos hormônios e as oscilações de humor precisam ser monitoradas por um psicólogo, pois sabemos que, em alguns casos, evoluem para depressões profundas. Também considerando que o processo de aprendizagem e personalidade da criança se origina na vida intrauterina, é preciso maior atenção neste momento que será determinante na formação do adulto”, defendeu Rosenverg.

O autor acrescenta que o atendimento psicológico às grávidas tem ainda o potencial de reduzir a demanda por serviços de saúde no futuro, já que as mães estarão mais bem preparadas para cuidar dos seus filhos.

Comentários
enquete

Quem vai levar a melhor na estreia do Carioca?

Carregando ... Carregando ...

AO VIVO
OUÇA AO VIVO
VOLTAR AO SITE
02 de Março de 2021 - 96.5 FM
OUÇA AQUI
Patrulha da Cidade
« Programa Anterior
14:00 - Show do Pedro Augusto
15:30 - Show do Heleno Rotay
17:00 - Show do Apolinho
19:00 - Radar Tupi
20:00 - Programa Cristiano Santos
21:00 - Tupi na Rede
22:00 - Giro Esportivo
13:00 - Cidinha Livre
Próximo Programa »
  • Transmissão em Vídeo
Acompanhe também »