Coronavírus

Agente penitenciário morre no Hospital Lourenço Jorge com suspeita de coronavírus

Wagner Barros de Moura trabalhou até a última quinta-feira no Complexo de Gericinó, mas foi mandado para casa porque apresentou febre.

Por Redação Tupi

Hospital Municipal Lourenço Jorge, na Barra (Foto: Reprodução Google Maps)

O agente penitenciário Wagner Barros de Moura morreu, nesta terça-feira (14), com suspeita de contaminação por Covid-19. Ele estava internado no Hospital Municipal Lourenço Jorge, na Barra da Tijuca, na Zona Oeste do Rio, desde a última quinta-feira.

Segundo informações da Secretaria Estadual de Administração Penitenciária (Seap), na própria quinta-feira, Wagner foi ao Complexo de Gericinó, em Bangu, onde trabalhava, mas foi mandado de volta para casa porque apresentou febre. O agente, então, procurou o Lourenço Jorge e fez o exame para saber se estava com a Covid-19. Entretanto, o resultado do exame ainda não havia saído.

“A Seap lamenta o falecimento e esclarece que desde quando o servidor foi internado, está prestando o auxílio necessário aos familiares”, informou a secretaria, em nota.

Comentários
recomendadas

AO VIVO
OUÇA AO VIVO
VOLTAR AO SITE
06 de Junho de 2020 - 96.5 FM
OUÇA AQUI
Programa Francisco Barbosa
« Programa Anterior
17:00 - Super Futebol Tupi
12:00 - Patrulha da Cidade
13:00 - Samba Social Clube
15:00 - Show da Galera
21:00 - Show de Bola
12:00 - Patrulha da Cidade
Próximo Programa »
  • Transmissão em Vídeo
Acompanhe também »