Coronavírus

AstraZeneca estuda uso combinado da própria vacina contra a Covid-19 com a da Sputnik V

As duas vacinas experimentais são de tecnologia semelhante e seu uso combinado pode aumentar a eficácia da imunização contra o coronavírus

Por Redação Tupi

(Foto: Reprodução)

A farmacêutica AstraZeneca anunciou, na manhã desta sexta-feira (11), que vai estudar a possibilidade de combinar a vacina contra a Covid-19, desenvolvida em parceria com a Universidade de Oxford, com a Sputnik V, desenvolvida pelo Instituto Gamaleya, na Rússia. O anúncio foi feito após os dois desenvolvedores da Sputnik V sugerir, pelo Twitter, que a AstraZeneca tentasse a combinação.

As duas vacinas usam um vetor viral para introduzir parte do material genético do novo coronavírus no organismo e induzir a resposta do sistema de defesa do corpo. A diferença é que, na vacina de Oxford, os vírus usados nas duas doses são iguais. Na Sputnik V, eles são diferentes.

Pelo Twitter, os pesquisadores afirmaram que “o uso de dois vetores diferentes para duas injeções vai resultar em uma eficácia maior do que usar o mesmo vetor para as duas injeções”.

Comentários

AO VIVO
OUÇA AO VIVO
VOLTAR AO SITE
18 de Janeiro de 2021 - 96.5 FM
OUÇA AQUI
Na Companhia Do Garcia
« Programa Anterior
04:00 - Show do Mário Belisário
06:00 - Show do Antônio Carlos
08:00 - Show do Clóvis Monteiro
10:00 - Programa Isabele Benito
11:00 - Programa Francisco Barbosa
12:00 - Patrulha da Cidade
14:00 - Show do Pedro Augusto
15:30 - Show do Heleno Rotay
17:00 - Show do Apolinho
19:00 - Radar Tupi
20:00 - Programa Cristiano Santos
21:00 - Tupi na Rede
22:00 - Giro Esportivo
13:00 - Cidinha Livre
Próximo Programa »
  • Transmissão em Vídeo
Acompanhe também »